Falar no Chat (+351) 308 804 997
(+55) 11 49 33 77 11
Equipa de suporte ao paciente: Seg. à Sex. das 08:30h às 17:30h
  • Serviço privado e confidencial Embalagem discreta e pagamento confidencial
  • Apenas medicamentos originais Medicamentos enviados da nossa farmácia registada no Reino Unido
  • Tudo incluído no preçoConsulta médica, prescrição e entrega em 24h
  • Entrega em 24 horas

Depilação Facial

Tratamento do Hirsutismo nas Mulheres

Quando o seu corpo experiencia desequilíbrios hormonais, reage de diferentes formas. Um exemplo de uma alteração física induzida por hormonas numa mulher é o crescimento de pêlos faciais, predominantemente nas bochechas, na linha do maxilar e por baixo do queixo. Ao contrário dos pêlos que nascem naturalmente no rosto, estes são identificados facilmente pela sua cor escura e por aparecerem em áreas proeminentes.

A remoção dos pêlos faciais recorrendo ao uso de cremes é um método que elimina e reduz o crescimento dos pêlos excessivos de forma segura e eficaz, sendo que cada vez mais mulheres optam pelo uso de cremes depilatórios para que o crescimento de pêlos faciais não afecte a sua autoestima e conforto.

É importante distinguir entre a depilação tradicional e a aplicação de cremes depilatórios de prescrição médica, uma vez que estes últimos ajudam a reduzir o crescimento dos pêlos no futuro, bem como actuam a curto prazo, ao contrários dos tratamentos a laser. O creme Vaniqa é um tratamento clinicamente comprovado para o excesso de pêlos faciais ou hirsutismo.

Você sabia que...

Nós já tratamos mais de

1219558 pacientes

desde 2004?

Orgulhamo-nos muito dos comentários deixados por eles...

Já realizou uma compra conosco antes?

Faça o login para realizar um novo pedido

Tratamentos Disponíveis

Vaniqa

4.6 / 5 (13 Opiniões)
  • Redução dos pêlos faciais em 80% dos casos
  • Aplicação duas vezes por dia
  • Resultados visíveis em 4 semanas
Mais Informação
  • Entrega grátis em 24 horas
  • Prescrição online - Não é necessário passar por uma consulta presencial

O que é hirsutismo?

O hirsutismo é caracterizado pelo crescimento excessivo de pêlos terminais nas mulheres, que seriam normais no corpo masculino, surgindo no rosto, nos braços e no peito.

Não se pode confundir o hirsutismo com a hipertricose, que é o excesso de pêlos em regiões onde normalmente a mulher já os apresenta, como nas regiões genitais ou nas axilas, por exemplo.

Em mulheres com descendência portuguesa, libanesa e outros países banhados pelo mar Mediterrâneo, a quantidade de pelos pode ser mais alta, embora, nesses casos, geralmente se trata de hipertricose, e não de hirsutismo, em razão do histórico genético.

Mulheres orientais, normalmente, possuem menos pêlos do que as mulheres de origem caucasiana e, estas, menos do que as de ascendência portuguesa e libanesa.

Os pêlos crescem em razão dos hormônios produzidos pelo próprio organismo, que agem no folículo piloso. O principal hormônio responsável pelo crescimento dos pêlos é a testosterona, um hormônio masculino, que também se encontra em forma livre no organismo feminino, que é capaz de agir sobre o folículo piloso e promover o crescimento dos pêlos.

O hirsutismo, portanto, pode aparecer quando a mulher possui quantidade acima do normal dos hormônios androgênios em razão do aumento da sensibilidade dos receptores a estes hormônios ou mesmo pela alteração de seu transporte no organismo feminino, aumentando sua quantidade circulante.

Assim, mesmo com taxa de hormônios masculinos dentro do limite, a mulher pode apresentar crescimento dos pêlos.

A depilação facial na mulher

O crescimento de pêlos faciais é uma situação muito incómoda para muitas mulheres afectando a sua autoestima. O grau de hirsutismo varia de uma pessoa para outra, mas de acordo com um estudo com 1000 mulheres, 95% concordou que a remoção dos pêlos faciais é um passo importante para melhorar a sua qualidade de vida e autoconfiança. Há assim que diferenciar entre o excesso de pêlos leve, no qual se podem utilizar os métodos depilatórios tradicionais como a cera e o excesso de pêlos severo, que requere tratamentos médicos como o laser ou o creme depilatório de prescrição Vaniqa

O que causa o crescimento de pêlos excessivo na mulher?

O hirsutismo é provocado pela estimulação do folículo sebáceo, fazendo com que os pêlos cresçam em demasia. Suas principais causas são as seguintes:

  • Excesso de andrógenos sintetizados nos ovários, como ocorre no caso da síndrome do ovário policístico, de hiperplasia adrenal congênita em sua forma não clássica ou de início tardio, da síndrome de Cushing e de tumores produtores de andrógenos ovarianos ou adrenais;
  • Aumento da sensibilidade da pela aos andrógenos circulantes, podendo provocar o hirsutismo isolado, geralmente decorrente de ciclos menstruais;
  • De outras situações, como alterações secundárias no transporte ou no metabolismo dos andrógenos, geralmente quando ocorrem afecções da tireoide, hiperprolactinemia e uso de determinados medicamentos, como danazol, metirapona e danazol, entre outros.

O crescimento de pêlos excessivo aparece geralmente como a consequência de desequilíbrios hormonais no organismo, tanto em homens como em mulheres. O hirsutismo (excesso de pêlos na mulher) é geralmente o resultado de uma produção de androgénios maior que o habitual, um tipo de hormona masculina que influencia o crescimento dos pêlos, ou devido a uma maior sensibilidade a esta hormona.

Causas do hirsutismo

A remoção dos pêlos faciais pode ser uma escolha necessária se o crescimento excessivo de pêlos se desenvolver durante ou depois do tratamento de outros problemas de saúde. Medicamentos que usem testosterona, esteroides anabólicos e o danazol, podem provocar o crescimento excessivo de pêlos faciais. Pode também experienciar este problema devido a:

  • Tumores ováricos/adrenais
  • Fumar
  • Síndrome de Cushing
  • Hipertecose
  • Puberdade
  • Gravidez
  • Desordens metabólicas

Diagnóstico do hirsutismo

O diagnóstico do hirsutismo é bastante simples, já que os pêlos aparecem nas regiões visíveis do corpo. Para conhecer suas causas, no entanto, é necessário exames clínicos e exames físicos detalhados.

Alguns exames laboratoriais também podem ser úteis, buscando as causas do hirsutismo, como no caso da dosagem de testosterona sérica, de andostenediona, de deidroepiandrosterona, de sulfato de deidroepiandrosterona, de hormônio folículo estimulante, de hormônio luteinizante, de prolactina e de cortisol.

Outros exames podem ser aplicados, como a ultrassonografia e a tomografia computadorizada, quando se tem necessidade de saber da existência ou não de tumores.

Tratamento do hirsutismo

O hirsutismo ainda não pode ser curado, embora existam tratamentos que podem minimizar o crescimento dos pêlos. Para os casos de hirsutismo provocados pelo aumento de andrógenos, o tratamento pode ser feito com pílulas anticoncepcionais com quantidade de estrógenos mais elevada, associada à progesterona com ação antiandrogênica. No entanto, esse tratamento apresenta resultados muito demorados.

O grau do excesso de pêlos determina o método de depilação mais adequado a cada mulher. As mulheres que têm um excesso de pêlos leve podem utilizar a depilação a cera, a lâmina, a descoloração ou a depilação com pinça. Estes métodos de depilação são fáceis de aplicar e discretos, porém, apenas funcionam a muito curto-prazo e têm com inconvenientes a irritação da pele e as repetições frequentes.

Por outro lado, as mulheres podem recorrer a métodos de depilação a longo-prazo como o laser que danifica folículo piloso, eliminando e reduzindo o crescimento do pêlo e a electrólise ou o IPL, que actuam de forma semelhante ao laser.

Por último, existem cremes depilatórios sujeitos a receita médica como o Vaniqa.

Entre os tratamentos mais escolhidos para o hirsutismo estão o laser, a eletrólise e o creme Vaniqa, cujo princípio ativo, a eflornitina, consegue bloquear a enzima responsável pelo crescimento dos pêlos. O tratamento com Vaniqa consegue reduzir em 80% o aparecimento dos pêlos faciais.

A eflornitina atua diretamente no folículo peloso, enfraquecendo sua raiz e, quando usado regularmente, apresenta-se como o único tratamento de confiança para o hirsutismo.

Ao contrário dos métodos de remoção convencionais, o medicamento Vaniqa elimina os pêlos faciais de forma permanente, com resultados em longo prazo.

Para a mulher, é importante buscar um tratamento que possa combater o hirsutismo pela raiz, uma vez que outros métodos podem prejudicar a pele.

Formas de depilação

Lâminas de barbear, um sistema pouco eficiente

No caso de eliminação com lâminas de barbear, a remoção dos pêlos pode levar à deterioração do aspecto da pele do rosto, já que a mulher possui pele bem mais sensível do que o homem.

A depilação com lâmina elimina os pêlos, mas faz com que seu crescimento seja mais rápido, levando ao surgimento de borbulhas e de irritação da pele. Os pêlos faciais eliminados com lâmina voltam a crescem em menos de quatro dias, o que mostra que se trata de um método controverso e pouco eficiente.

Tratamento com cera

O tratamento do hirsutismo com cera garante resultados por até seis semanas, já que elimina os pelos pela raiz. Mesmo sendo um método mais duradouro, sua remoção exige grande resistência à dor, tornando-se também um tratamento momentâneo e não tão eficaz.

Remoção com pinça: doloroso e pouco duradouro

Remover os pêlos faciais com pinça é um método bastante demorado e depende muito da gravidade do hirsutismo. Os pêlos das sobrancelhas, ao serem retirados com pinça, voltam a crescer em até uma semana, mas, quando aplicado à pele, da mesma forma que a cera, se torna extremamente doloroso, principalmente nas zonas mais sensíveis do rosto.

Depiladora elétrica, doloroso nos graus mais elevados de hirsutismo

A mulher também pode optar pela remoção dos pêlos com um uma depiladora elétrica, sendo este tratamento um misto entre a depilação com pinça e com lâmina. O tratamento pode oferecer resultados até seis semanas, atrasando o crescimento dos pêlos, mas também pode ser doloroso do caso de um grau mais elevado de hirsutismo.

Tratamento a laser: não muito recomendado

O tratamento com laser pode ser uma alternativa eficaz, permitindo a eliminação dos pêlos em longo prazo, melhorando também o aspecto da pele. No entanto, o laser, como na depilação a cera ou com pinça, pode ser bastante doloroso, além de aumentar a sensibilidade da pele à radiação solar.

A zona tratada com laser não pode ser exposta ao sol, correndo o risco de irritação e queimaduras e, mesmo sendo eficaz em peles claras com pêlos escuros, não se apresenta da mesma forma em pêlos ruivos ou louros, ou em peles morenas e mais escuras.

Além disso, o tratamento com laser necessita diversas sessões para a eliminação completa dos pêlos e, entre uma sessão e outra, a mulher não pode usar outro método, tornando-se numa situação bastante desconfortável.

O Vaniqa, por seu lado, é um método que elimina os pêlos pela raiz, funcionando em longo prazo e permitindo que a mulher faça tratamentos paliativos, podendo melhorar sua autoestima e manter suas atividades diárias normais.

Encontrar tratamento online

O excesso de pelos faciais é uma condição incómoda e que baixa a auto-estima da mulher, pelo que a procura de ajuda médica pode ser a solução para este problema. Na nossa clínica pode recorrer a médicos especializados para o tratamento do hirsutismo. Requeremos que durante o processo preencha uma consulta online com os seus dados médicos, para que a nossa equipa médica possa garantir o tratamento mais indicado para si. Após a aprovação o medicamento será enviado pela farmácia para entrega no dia útil seguinte.

Fontes:

Atualizado em 20 de Fevereiro de 2017.

Seleccione
Medicamento
Preencha o formulário
O médico emite a sua prescrição
Entrega em 24h