Falar no Chat (+351) 308 804 997
(+55) 11 49 33 77 11
Equipa de suporte ao paciente: Seg. à Sex. das 08:30h às 17:30h
  • Serviço privado e confidencial Embalagem discreta e pagamento confidencial
  • Apenas medicamentos originais Medicamentos enviados da nossa farmácia registada no Reino Unido
  • Tudo incluído no preçoConsulta médica, prescrição e entrega em 24h
  • Entrega em 24 horas
Fabricante: MSD

Propecia

Comprar Propecia - prescrição online incluída

  • caixa de finasterida 1mg
  • propecia original da merck
  4.6 / 5
22 opiniões de pacientes no
Nosso serviço é licenciado:

O Propecia (finasterida) já ajudou mais de 500.000 homens a acabar com o pesadelo da queda de cabelo em todo o mundo. Este é o único tratamento de prescrição médica disponível para combater a calvície masculina, sendo que apenas é necessária a toma diária de um comprimido de 1mg para experienciar os seus efeitos. É assim recomendado para o tratamento da perda de cabelo, melhorando o seu aspecto e diminuindo a queda.

O Propecia foi avaliado por vários dermatologistas, confirmando a sua eficácia ao combater a calvície masculina.

Este produto está temporariamente fora de stock. Estará disponível em breve, forneça seu endereço de e-mail abaixo para receber atualizações assim que este produto estiver disponível.

O que é Propecia?

O Propecia é um medicamento que tem como princípio ativo a finasterida, uma substância que age como inibidor da dihidrotosterona no organismo humano. Seu uso foi aprovado pelo FDA – Food and Droug Administration, órgão americano responsável pela aprovação de medicamentos, servindo para o tratamento de calvície e de queda dos cabelos.

O Propecia, que é aplicado oralmente, tem apresentado taxa de sucesso que varia entre 30 a 68% para o tratamento da queda de cabelos.

O princípio ativo do Propecia, a finasterida, somente tem ação eficaz enquanto é feito o tratamento. O cabelo recuperado ou mantido pode durar entre 6 a 12 meses após o encerramento da terapia. Nos estudos clínicos, o Propecia mostrou-se eficiente tanto para a área da coroa da cabeça quanto na linha de entrada, apresentando resultados favoráveis para o nascimento de novos pelos no couro cabeludo.

 Composição química da substância activa - propecia

O Propecia é mais indicado para homens, tendo se mostrado ineficaz no tratamento da queda de cabelos em mulheres. Além disso, não é recomendado para mulheres grávidas ou com suspeita de gravidez, uma vez que poderia causar problemas de desenvolvimento em fetos masculinos.

Indicações e uso médico do Propecia

O Propecia é indicado para tratamento de calvície e deve ser usado somente mediante prescrição médica. O medicamento não pode ser tomado em quantidades acima do determinado pelo médico ou por mais tempo do que o prescrito.

O Propecia deve ser tomado com um copo de água, não importando seu uso depois ou antes de ingerir alimentos, embora deva ser sempre tomado no mesmo horário todos os dias, durante o tratamento.

Segundo os estudos já realizados, o Propecia deve ser tomado regularmente durante um mínimo de três meses para trazer resultados. O medicamento funciona em longo prazo, oferecendo retrocesso da calvície quando tomado regularmente. Se o medicamento não funcionar no prazo máximo de 12 meses, o tratamento deve ser interrompido, já que não será eficiente.

O tratamento deve ter acompanhamento médico, exigindo-se exames de sangue periódicos, além de análise da situação da próstata. Caso haja qualquer problema nos resultados dos exames, o médico deverá aconselhar outro tipo de tratamento.

O Propecia é um tratamento original?

O Propecia é o nome do medicamento fabricado pelos laboratórios Msd para o tratamento da calvície masculina e cujo princípio activo é a finasterida. Para se certificar da sua autenticidade, apenas tem de confirmar o número de lote impresso na embalagem com o laboratório em questão.

Recomendamos que siga sempre tratamentos originais, pela confiança e segurança nas condições de fabrico que estes laboratórios proporcionam.

Princípio ativo do Propecia

A finasterida, princípio ativo do Propecia, é a substância utilizada para tratamento de queda de cabelos masculinos, sendo também aplicada contra a hiperplasia da próstata. O medicamento pode ser encontrado com os nomes comerciais de Proscar, Alfasin, Finastil, Finalop, Flaxin, Nsterid A, Prostide ou Reduscar, além do Propecia.

Seu funcionamento no organismo é proporcionado como conversor da testosterona em dihidrotestosterona, sendo um inibidor da 5-alfarredutase, a enzima responsável por essa transformação. Em baixas doses, é recomendado para o tratamento da calvície e, em doses mais altas, para tratamento do cancro de próstata.

Mecanismo de ação: como funciona o Propecia?

O Propecia é um comprimido revestido, que apresenta como princípio ativo a finasterida.

O Propecia é um tratamento eficaz a prevenir e a tratar a calvície masculina, que começa normalmente com o recuo da linha do cabelo, levando à formação de peladas.

A finasterida primeiro princípio ativo de uma nova classe de inibidores específicos da 5-aredutase, a enzima intracelular que é responsável pela metabolização da testosterona até o andrógeno mais potente, chamado de dihidrostestosterona, ou DHT.

Impacto do DHT no Folículo Piloso

Esse processo é exigido para certas ações androgênicas. A finasterida bloqueia seletivamente a ação androgênica em tecidos como a próstata, onde é essencial a produção de 5-a-dihidrostestosterona.

A finasterida não mantém afinidade pelo receptor andrógeno. Assim, como em outros processos que possuem a atuação de andrógenos, os resultados podem aparecer lentamente, podendo levar até 3 meses para oferecer reversão da calvície.

Depois de administrado, em 24 horas a finasterida provoca uma redução significativa nos níveis de DHT circulante. Os estudos clínicos de longo prazo em pacientes idosos, tratados com 5 mg por dia de finasterida apresentaram redução do volume da próstata, aumento no fluxo urinário e melhora dos sistemas gerais e obstrutivos.

Impacto do Propecia no DHT

No tratamento da calvície genética, a finasterida, administrada na ordem de 1 mg por dia, não apresenta qualquer alteração na próstata ou no trato urinário.

Quando posso começar a ver resultados?

Para obter os melhores resultados, recomenda-se que use o Propecia durante pelo menos 3-6 meses. Quanto mais cedo combater a calvície com o Propecia, mais cedo verá resultados, mantendo uma aparência jovem por mais tempo.

Estudos recentes relatam que mais de 77% dos homens experienciaram resultados dentro de 3 meses.

Ensaios clínicos do Propecia

Os ensaios clínicos realizados com a finasterida para o tratamento de calvície demonstraram que se trata de um medicamento eficaz para homens com alopecia androgenética, ou seja, a queda de cabelos em homens.

Nos ensaios realizados por um ano, foram utilizados 1553 homens entre 18 e 41 anos de idade com sinais de queda de cabelo. Ao mesmo tempo, 1215 homens participaram dos estudos tomando placebo em vez do medicamento original.

A eficácia do Propecia foi avaliada através da contagem de fios capilares, com avaliações médicas e análise de fotografias por peritos.

Os estudos comprovaram que a finasterida pode melhorar o crescimento dos fios capilares em um máximo de 2 anos, podendo também aumentar a contagem dos fios de cabelos medidos no couro cabeludo já calvo.

Os pacientes tratados com placebo não apresentaram qualquer melhoria, continuando a perder cabelos, enquanto que os pacientes tratados com finasterida tiveram redução na queda de cabelo, melhorando sua aparência geral.

Dosagem e como tomar o Propecia

A dosagem normalmente prescrita de Propecia para tratamento de queda de cabelos, com calvície de padrão masculino, é de um único miligrama por dia. O comprimido deve ser tomado por via oral diariamente, sempre no mesmo horário, não importando seu uso antes ou após das refeições.

O tratamento com Propecia deve ser feito por pelo menos 3 meses ou mais antes que apresente qualquer resultado, com o retorno do crescimento de cabelos. O Propecia só funciona em longo prazo, não tendo havido resultados favoráveis antes desse período mencionado.

Ao fazer o tratamento, o paciente deve fazer uso contínuo do Propecia, com o devido acompanhamento médico, sendo necessária sua ingestão diária para obter resultados favoráveis.

Um paciente que deixa de tomar Propecia pode manter os cabelos durante o máximo de 12 meses após o tratamento, época em que poderá haver novamente queda dos cabelos. A continuidade ou não do tratamento deve ser avaliada pelo médico, caso o paciente queira manter os cabelos conseguidos.

Efeitos secundários

Em estudos clínicos, os efeitos secundários revelaram-se pouco comuns e não afectaram a maioria dos homens. Poucos homens experienciaram efeitos secundários sexuais como menos desejo sexual, dificuldade em conseguir uma erecção ou uma diminuição da quantidade de sémen. Estes efeitos apenas se manifestaram em 2% dos homens e desapareceram com a descontinuação do tratamento, sendo de carácter temporário.

Alguns efeitos secundários de finasterida podem não necessitar de cuidados médicos. Como seu corpo se acostuma com o medicamento estes efeitos colaterais tendem a desaparecer. O seu profissional de saúde pode ajudá-lo a prevenir ou reduzir estes efeitos secundários, mas verifique  se algum dos seguintes efeitos secundários persistir ou se estiver preocupado em relação a isso:

Mais comum:

  • Diminuição do interesse nas relações sexuais enquanto sob efeito inicial da medicação
  • Incapacidade de ter ou manter uma ereção enquanto sob efeito inicial da medicação
  • Perda de capacidade sexual, desejo, condução ou desempenho enquanto sob efeito inicial da medicação

Menos comum:

  • Coriza
  • Sonolência ou sonolência incomum
  • Espirros
  • Nariz entupido
 

Menos comuns ou raros:

  • Dor abdominal ou de estômago
  • Dor nas costas
  • Diminuição da quantidade de sêmen
  • Diarréia
  • Tontura
  • Dor de cabeça

Incidência desconhecida:

  • Dor testicular

Informação importante

Houveram relatos de Propecia ter causado depressão e, em casos raros, pensamentos suicidas. Se tiver algum efeito colateral grave, pare de tomar imediatamente a medicação e informe um profissional de saúde.

Contraindicações e interação com outras drogas

O Propecia somente é contraindicado para mulheres e para crianças. Seu uso está totalmente proibido para mulheres grávidas ou que tenham suspeita de gravidez, já que o princípio ativo, a finasterida, pode ser prejudicial ao desenvolvimento do feto, principalmente se for do sexo masculino.

Não foram percebidas ou identificadas interações medicamentosas de grande importância com relação ao uso do Propecia. O princípio ativo não apresentou qualquer tipo de interferência no sistema enzimático metabolizador de drogas no organismo.

Compostos para identificar interações medicamentosas foram testados com propranolol, digoxina, gliburida, varfaria, teofilina e antipiria. Embora o Propecia não tenha sido objeto de estudos específicos de interação, o uso do medicamento não apresentou, até o momento, qualquer evidência de interações adversas que tivessem significância.

Uso em populações específicas

Nos estudos clínicos realizados com o Propecia, foram relatados alguns efeitos adversos em quantidades mínimas: 1% dos homens tratados teve redução da libido e disfunção erétil. Além disso, foram relatados redução do volume de esperma em 0,8% dos homens, mas os efeitos desapareceram ao final do tratamento.

Com relação a populações específicas, como é o caso da terceira idade, a finasterida foi utilizada também para o tratamento de homens idosos, portadores de hiperplasia prostática benigna, com doses 5 vezes superiores à recomendada para a alopecia androgenética, ou seja, para a calvície genética.

Em número também insignificante foram relatados efeitos adversos de aumento de volume e da sensibilidade da mama, além de reações de hipersensibilidade, como edema labial e erupções cutâneas. No entanto, é preciso lembrar que esses efeitos somente foram observados no tratamento das doses em quantidade maior, somente para pessoas da terceira idade.

Gravidez: por que o Propecia é proibido?

Da mesma forma como ocorre no homem, a mulher também pode ser atacada pela queda de cabelos de origem genética. No entanto, mesmo sendo a hereditariedade um fator comum, o uso de Propecia não é indicado para mulheres em idade fértil, já que a absorção do princípio ativo pode provocar malformação no feto masculino, como anormalidades na genitália externa e feminilização.

O risco permanece em mulheres que já tenham dado à luz e que estejam amamentando, uma vez que a finasterida pode passar para a criança através do leite materno.

Mulheres que mantém relacionamento com homens que estejam fazendo uso do Propecia podem ficar preocupadas com a possibilidade de engravidar, já que a finasterida é encontrada no sêmen. Mesmo em quantidades mínimas, teoricamente a finasterida poderia entrar na corrente sanguínea após a relação sexual e o feto poderia ficar exposto aos seus efeitos.

Embora seja uma probabilidade mínima, não havendo registros de consequências para filhos de homens que fizeram uso da finasterida, a orientação é para suspender a medicação quando o casal pretende ter filhos.

Uso geriátrico do Propecia

Para homens da terceira idade, o Propecia não apresentou qualquer problema colateral. Os estudos envolveram homens até 41 anos de idade, mas a finasterida já foi aplicada como tratamento de câncer de próstata, apresentando poucos e insignificantes efeitos colaterais.

Observou-se, no entanto, que a finasterida permanece por mais tempo no organismo dos idosos, principalmente acima dos 60 anos.

Deficiência hepática

O Propecia não oferece uma ação hormonal propriamente dita, embora possa reduzir de forma significante os níveis de DHT no folículo piloso e na corrente circulatória. O medicamento não age como um hormônio androgênico, estrogênico, antiestrogênico ou progestogênico.

Ao fazer o tratamento, a medicação é absorvida pelo trato intestinal e metabolizada pelo fígado, sendo excretada pela urina e através das fezes. Sua meia-vida no organismo é de cerca de seis horas.

Não apresentando efeitos colaterais adversos, o Propecia pode ser indicado para qualquer tipo de paciente. No entanto, para pessoas que apresentam algum tipo de anormalidade hepática, seu uso deve ser feito com cautela, recomendando-se acompanhamento médico mais frequente.

É possível comprar o Propecia na 121doc?

O Propecia só pode ser adquirido com uma prescrição médica, tanto em Portugal, quanto no Brasil. Isso significa que ele só está disponível para pacientes que passam por uma avaliação médica e recebem o consentimento do mesmo para compra do medicamento. Na clínica 121doc dispomos de uma equipa médica qualificada que avalia o historial de cada paciente de maneira individual, a fim de identificar se o mesmo pode ou não utilizar o medicamento que deseja comprar.

A condição médica Propecia pode ter várias causas. Esta é uma das principais razões pela qual a avaliação médica antes da administração de qualquer medicamento é essencial. Somente um médico qualificado pode analisar o seu historial detalhadamente para identificar se a medicação Propecia é apropriada para o seu caso.

Antes de concluir a compra do medicamento Propecia na 121doc, o paciente precisará responder um breve questionário com informações sobre o seu historial médico e estado atual de saúde, esse formulário será enviado para um dos nossos médicos, para que o mesmo possa detectar condições pré-existentes e possíveis riscos que o medicamento possa apresentar.

Após analise detalhada, o médico irá então decidir, normalmente dentro do mesmo dia, se o tratamento com Propecia é recomendado sem qualquer risco a saúde do paciente e se o mesmo oferecerá o efeito desejado.

Envio expresso

O tempo estimado de entrega para Portugal é de 24h úteis através da UPS ou de 3-5 dias úteis via CTT. O tempo exato será sempre informado via e-mail após conclusão da compra.

Realizamos entregas para qualquer endereço de sua escolha, em toda a Europa. Também realizamos entrega para o Brasil. A entrega é feita via Correios sendo o tempo estimado de entrega do medicamento de 7 a 10 dias úteis.

Entrega com máxima discrição

Na 121doc, prezamos pela proteção da sua privacidade, por isso o seu medicamento será enviado num pacote discreto e não faremos qualquer menção da nossa empresa, produto comprado ou detalhes sobre o serviço na descrição de cobrança.

Fontes:

Seleccione
Medicamento
Preencha o formulário
O médico emite a sua prescrição
Entrega em 24h
Alternativas ao Propecia
  • Excelente
    4.7 / 5

    5.034 pacientes deram a sua opinião sobre o nosso serviço

  • Excelente   4.6 / 5

    22 pacientes deram a sua opinião sobre Propecia

  • Nossos pacientes adoram o nosso serviço
    • Atendimento ao paciente acessível para todos

      Serviço de atendimento ao paciente: Seg. - Sex. das 08:30h-17:30h
    • Todos os serviços estão incluídos no preço

      Consulta médica online, prescrição e entrega
    • Entrega em 24 horas

      Garantida para todos os pedidos feitos até às 16h