Falar no Chat (+351) 308 804 997
(+55) 11 49 33 77 11
Equipa de suporte ao paciente: Seg. à Sex. das 08:30h às 17:30h
  • Serviço privado e confidencial Embalagem discreta e pagamento confidencial
  • Apenas medicamentos originais Medicamentos enviados da nossa farmácia registada no Reino Unido
  • Tudo incluído no preçoConsulta médica, prescrição e entrega em 24h
  • Entrega em 24 horas

Ejaculação Precoce

Controlo da Ejaculação Precoce

O controlo sobre as relações sexuais permite a obtenção de mais prazer e confiança. A ejaculação precoce (EP) é a incapacidade de completar uma relação sexual satisfatória, pela falta de controlo do homem sobre a sua ejaculação e orgasmo, sendo a relação finalizada antes do esperado.

A ejaculação precoce afecta até 30% da população masculina e pode interferir com o bem-estar psicológico de ambos os membros da relação. A duração para atingir o orgasmo varia de homem para homem, porém pode considerar-se ejaculação precoce quando o homem ejacula em menos de 2 minutos, sendo incapaz de suster o orgasmo após a penetração, ou mesmo antes de esta ocorrer.

Procurar aconselhamento médico para o tratamento desta condição é o primeiro passo para a resolução do problema. Entre as várias opções terapêuticas encontram-se a terapia comportamental, que inclui o apoio psicológico e a realização de técnicas que visam o melhoramento do tempo de ejaculação, a utilização de medicamentos de prescrição ou em casos mais graves, o tratamento cirúrgico.

Você sabia que...

Nós já tratamos mais de

1264945 pacientes

Orgulhamo-nos muito dos comentários deixados por eles...

Já realizou uma compra conosco antes?

Faça o login para realizar um novo pedido

Tratamentos Disponíveis

medicamento priligy original da menarini

Priligy

4.2 / 5 (23 Opiniões)
  • Aumenta a performance sexual em 200-300%
  • Efeitos duram até 4 horas
  • Tenha uma nova percepção sobre sexo e sexualidade
Mais Informação

O que é a ejaculação precoce?

A ejaculação precoce é um problema muito comum, sendo que cerca de 30% da população masculina em todo o mundo sofre desta condição. A maioria dos homens que sofrem de ejaculação precoce experienciam uma baixa autoestima e ansiedade e os sintomas mais comuns são: ejacular antes do momento desejado, antes que a mulher chegue ao orgasmo ou dentro das primeiras 8-15 penetrações vaginais. Cientificamente, a ejaculação precoce é caracterizada como um condição em que o homem ejacula dentro de 120 segundos ou 2 minutos, após o início da penetração.

Qual a duração natural da ejaculação?

O tempo médio que um homem leva a ejacular pode variar bastante, mas uma média de 3 a 7 minutos pode ser considerada. Deve-se também levar em consideração que a duração da relação sexual pode ser afetada por certos fatores como idade, frequência que tem relações sexuais, excitação sexual, hora do dia, experiência sexual e história médica.

Um estudo envolvendo 500 casais descobriu que o tempo médio para a ejaculação foi de cerca de cinco minutos e meio. No entanto, isso varia de pessoa para pessoa, e cabe ao individuo e sua parceira (o) decidirem se estão felizes ou não com o tempo que leva a ejacular.

Regularmente ejacular dentro de dois minutos após a penetração vaginal é geralmente considerado como um problema médico que requer tratamento.

Tipos e graus da Ejaculação Precoce

A maioria dos homens já experienciou algum episódio de ejaculação precoce ao longo das suas vidas, sendo que em alguns casos esta ocorre de forma frequente e continuada. Os especialistas médicos conseguem distinguir vários graus de ejaculação precoce, sendo que cada um requere um diagnóstico e tratamento diferentes.

Existem dois tipos de ejaculação precoce:

Ejaculação precoce primária

Onde você teve ejaculação precoce desde que se tornou sexualmente ativa.

As causas da ejaculação precoce primária são muitas vezes psicológicas, como ter uma experiência sexual traumática em tenra idade.

Ejaculação precoce secundária (também conhecido como a ejaculação prematura adquirida) 

Onde se desenvolve ejaculação precoce após ter uma história de ejaculação normal.

A ejaculação precoce secundária pode ser causada por fatores psicológicos e físicos. Causas físicas podem incluir diabetes, pressão alta (hipertensão) e beber muito álcool.

  • Grau 1 de ejaculação precoce: trata-se de um problema comum entre os adolescentes ou os homens inexperientes a nível sexual, que leva a sentimentos de ansiedade e nervosismo ao serem estimulados sexualmente por outra pessoa. Em alguns casos também se pode dever a maus hábitos de masturbação, que podem ser motivados por situações de pressão devido à falta de tempo ou ao medo de ser descoberto. Este é o grau mais leve de ejaculação precoce, sendo fácil e rápido de solucionar com treino e experiência sexual.
  • Grau 2 de ejaculação precoce: Associa-se normalmente a pessoas que têm a capacidade de controlar a sua ejaculação, mas começam a ter problemas devido geralmente a causas psicológicas como o stress, os problemas com a parceira ou a depressão. É um problema facilmente tratável com terapia e medicamentos para a ejaculação precoce como o Priligy, até que se recupere novamente o controlo sobre o orgasmo.
  • Grau 3 de ejaculação precoce: O terceiro grau de ejaculação precoce é um agravamento do segundo grau em homens que não superam as causas da ejaculação precoce correctamente. Trata-se de uma situação mais grave já que se corre o risco de a ejaculação precoce ser um transtorno difícil de tratar e reverter. Ainda assim, o grau 3 da ejaculação precoce é tratável com terapia e medicamentos para a ejaculação precoce como o Priligy, que devolvem o controlo sobre a vida sexual.
  • Grau 4 de ejaculação precoce: Trata-se de uma situação severa em que a ejaculação precoce é um transtorno sexual. O tratamento é o mesmo referido anteriormente, porém, nestes casos as hipóteses de superar o problema por completo são reduzidas, sendo que os homens devem continuar a recorrer a um tratamento para a ejaculação precoce se desejarem ter relações duradouras e satisfatórias para ambas as partes do casal.

Causas da ejaculação precoce

A ejaculação precoce não tem idade e pode ser causada por factores psicológicos ou físicos, ou até ser o resultado de um estilo de vida pouco saudável. Homens pouco experientes ou jovens que iniciaram a sua vida sexual recentemente podem sofrer de ejaculação precoce devido ao excesso de excitação ou a uma nova parceira sexual, aumentando a ansiedade durante as relações. Este problema é porém temporário, desaparecendo com o ganho de confiança e experiência. O consumo regular de álcool, drogas e tabaco também pode ter um impacto negativo nas funções do pénis.

As causas psicológicas comuns incluem: stress, culpa, ansiedade, depressão e falta de confiança sexual e as causas físicas podem incluir condições vasculares ou neurológicas, lesões na espinal medula ou esclerose múltipla.

A ejaculação precoce apenas pode ser diagnosticada por um médico, de preferência um urologista, porém, para compreender as causas do problema e avaliar os seus sintomas, deve considerar as seguintes questões:

  • Acha que este problema é causado por factores psicológicos, físicos ou por uma combinação dos dois?
  • Sofre desta condição há muito tempo ou apenas ultimamente?
  • A ejaculação precoce ocorre frequentemente ou é esporádica?

Esta condição só é patológica se o homem ejacular pouco tempo após a penetração, de forma frequente e sem quaisquer melhorias à medida que a experiência sexual aumenta. Se assim for, podem estar subjacentes problemas físicos ou psicológicos que contribuam para a presença desta condição.

Apesar de nalguns casos estarem presentes simultaneamente a ejaculação precoce e a disfunção eréctil, estas condições não estão directamente relacionadas, pelo que uma não é responsável pela outra. Porém, por estas condições partilharem algumas das causas, como a depressão e a ansiedade, alguns homens podem sofrer concomitantemente de ejaculação precoce e disfunção eréctil.

Como retardar a ejaculação precoce?

É mais fácil tratar a ejaculação precoce se conhecer as causas por trás deste problema. Se a origem for psicológica e sofrer de stress ou ansiedade, pode discutir o assunto com a sua parceira ou recorrer à ajuda de um terapeuta ou psicólogo.

Alternativamente, poderá recorrer a técnicas como o start-stop ou à pressão estratégica que visam retardar a ejaculação durante a relação sexual. Os exercícios Kegel permitem fortalecer os músculos do pavimento pélvico, levando a que o homem controle melhor a sua ejaculação durante a penetração.

Apesar de anteriormente alguns pacientes terem utilizado medicamentos antidepressivos para curar a ejaculação precoce, como a fluoxetina, a paroxetina, entre outros, estes demonstraram-se pouco eficazes a controlar a ejaculação e eram responsáveis por alguns efeitos secundários desagradáveis. Actualmente, o único medicamento de prescrição disponível para esta condição é o Priligy dapoxetina, fabricado pelos laboratórios Berlin Chemie Menarini, que permite ao homem controlar a sua ejaculação e orgasmo durante as relações sexuais, aumentando o tempo de ejaculação em 200-300%.

Os tratamentos naturais para retardar a ejaculação precoce não têm eficácia comprovada, pelo que apesar de serem uma alternativa tentadora, muito devido aos seus preços baixos, os resultados não são na maioria das vezes os esperados.

Medicamento de prescrição

Os inibidores selectivos da recaptação da serotonina (ISRS) estão disponíveis se as técnicas de auto-ajuda acima não melhorarem o problema.

Embora SSRIs são usados ​​principalmente para tratar a depressão, um dos seus efeitos secundários é retardar a ejaculação.

serotonina

O Priligy (Dapoxetina) é actualmente o único medicamento disponível no mercado para tratar a ejaculação precoce, permitindo aumentar a duração da relação em 300%.

Como posso retardar a ejaculação com o Priligy?

Este é o único medicamento sujeito a receita médica aprovado para o tratamento da ejaculação precoce (EP). Deve tomar um comprimido de 30 minutos antes do acto sexual. O Priligy torna mais lento o processo de ejaculação quando se encontra excitado, ajudando assim a adiar a ejaculação. Resultados de estudos clínicos têm demonstrado que apenas uma dose de Priligy pode aumentar o seu tempo de ejaculação em 300%.

Medicamento Embalagem Características

Priligy

Priligy
  • Aumenta a performance sexual em 200-300%
  • Efeitos duram até 4 horas
  • Tenha uma nova percepção sobre sexo e sexualidade

Leia mais sobre o Priligy

Este tratamento para retardar a ejaculação é muito bem tolerado pelos pacientes e causa poucos efeitos secundários. O Priligy não deve ser usado por homens com mais de 65 anos e deve esperar 24 horas entre a toma de um novo comprimido.

Os efeitos secundários mais conhecidos são a má-disposição, as náuseas e as dores de cabeça. Em casos extremamente raros, alguns dos seus utilizadores sofreram de visão turva, pupilas dilatadas e tensão arterial elevada. Estes efeitos, porém, não são motivo de preocupação, uma vez que apenas afectam 1% dos homens.

Auto ajuda

Há uma série de técnicas de auto-ajuda que se pode tentar antes de procurar ajuda médica. Essas incluem:

  • Masturbação entre 1 a 2 horas antes da relação sexual
  • Usar preservativo durante a relação sexual, em particular com espessura elevada
  • Durante a penetração, controlar a respiração de forma a inibir o reflexo de ejaculação. Quando sentir que está prestes a ejacular, respire fundo.
  • Pensar em algo aborrecido durante o sexo ou fazer pequenas paragens durante a penetração permite reduzir a excitação e atrasar a ejaculação.
  • Alterar a posição sexual. Existem posições mais estimulantes que outras, tornado mais difícil retardar a ejaculação durante o acto sexual. Opte por uma posição em que seja mais fácil interromper a penetração caso esteja muito perto de ejacular, como por exemplo, com a mulher por cima.
  • Se está em um relacionamento a longo prazo, é recomendável a terapia para o casal, onde pode-se  explorar questões que possam estar afetando o relacionamento e ser orientado sobre como resolvê-las

Outras técnicas podem ajudar a retardar a ejaculação

Os medicamentos de prescrição para retardar a ejaculação nem sempre são adequados a todos os homens, podendo ser recomendadas outras opções de tratamento para a ejaculação precoce.

Compressão

A compressão e o stop-start são as técnicas mais conhecidas para retardar a ejaculação durante o sexo, contudo apesar de serem eficazes, não podem ser consideradas uma solução a longo prazo.

A técnica da compressão consiste no homem apertar a base da glande (ponta do pénis) durante 30 segundos quando sente vontade de ejacular. Apesar de esta ser uma forma eficaz de controlar a ejaculação durante o sexo, esta técnica pode afectar a erecção, impedindo que possa retomar a penetração.

Stop-start

A técnica stop-start (parar-continuar), pode ser aplicada individualmente ou em conjunto com o outro membro do casal quando o homem estiver numa posição que favoreça o controlo da sua acção. Consiste em interromper a penetração durante 30 a 60 segundos, reduzindo a excitação, para de seguida recomeçar novamente.

Estas técnicas têm de ser repetidas durante a relação sexual e podem levar alguns meses a surtir efeitos, não sendo por isso a solução ideal para os homens que procuram resultados imediatos. Por outro lado, apesar de gradualmente o tempo de ejaculação poder ser melhorado, é frequente a detioração dos bons resultados ao longo do tempo, ocorrendo novamente uma situação de ejaculação precoce.

O desconforto de interromper a relação para realizar qualquer uma destas técnicas, contribui também para que a maioria dos homens não siga esta opção de tratamento. Uma forma de evitar este inconveniente é intercalar a penetração com os preliminares, permitindo que tanto o homem como a mulher fiquem satisfeitos durante a relação e que o impacto de cada interrupção seja minimizado.

Outros medicamentos que podem controlar a ejaculação

A dapoxetina, o princípio activo do Priligy, é a única substância especialmente concebida para tratar a ejaculação precoce, permitindo retardar a ejaculação eficazmente. Contudo e devido a este medicamento ainda ser recente no mercado, muitos médicos começaram por recomendar inicialmente o uso de antidepressivos para retardar a ejaculação. Estes medicamentos podem ser tomados 4 a 6 horas antes da relação e permitem retardar a ejaculação. Porém, por os efeitos na ejaculação precoce serem apenas um efeito secundário destes medicamentos, tendo sido estes concebidos com outro propósito, o risco de efeitos adversos pode ser superior com estes medicamentos do que com a dapoxetina.

Existem também tratamentos em creme, gel e spray, que apesar de não serem sujeitos a receita médica e de muitas vezes não terem resultados comprovados, podem ajudar a retardar a ejaculação. A maioria destes tratamentos contém lidocaína na sua composição, um anestésico local que permite reduzir a sensibilidade do pénis. Por serem uma solução simples e fácil de usar, estes tratamentos são frequentemente uma das primeiras opções dos homens para retardar a ejaculação, porém, devido ao seu efeito local, podem reduzir a sensibilidade da parceira durante a relação.

Encontrar tratamento para a ejaculação precoce online

A ejaculação precoce do homem é uma condição incómoda por comprometer o desempenho sexual do homem. Por este motivo, para muitos homens procurar aconselhamento com o seu médico não é a solução ideal, permanecendo muitas vezes sem tratamento.

Para que possa usufruir dos nossos serviços médicos e obter tratamento para a sua condição, pedimos que complete um questionário online com informações sobre a sua saúde em geral e esta condição em particular, para que a nossa equipa médica possa garantir a prescrição do tratamento mais adequado para si. Após a aprovação médica, o seu medicamento será enviado de forma discreta pela nossa farmácia, com data prevista de entrega no dia seguinte.

Fontes:

Seleccione
Medicamento
Preencha o formulário
O médico emite a sua prescrição
Entrega em 24h