Falar no Chat (+351) 308 804 997
(+55) 11 49 33 77 11
Equipa de suporte ao paciente: Seg. à Sex. das 09h às 18h
  • Serviço privado e confidencial Embalagem discreta e pagamento confidencial
  • Apenas medicamentos originais Medicamentos enviados da nossa farmácia registada no Reino Unido
  • Tudo incluído no preçoConsulta médica, prescrição e entrega em 24h
  • Entrega em 24 horas

Incontinência Urinária

Evitar as Perdas de Urina

A incontinência urinária afecta cerca de 1 em cada 5 pessoas com mais de quarenta anos na Europa e pode caracterizar-se pela perda involuntária de urina e pela incapacidade da sua retenção.

Este problema ocorre quando existe uma alteração no processo natural de expulsão da urina, quer seja por danos nervosos, enfraquecimento dos músculos do pavimento pélvico ou incompetência do esfíncter uretral.

Apesar dos homens e mulheres de todas as idades poderem ser afectados, a população feminina é mais afectada do que a masculina, sendo comum a ambos os sexos a falta de procura de ajuda médica. Com o envelhecimento esta condição tende a agravar-se, pelo que é fundamental procurar ajuda médica para controlar a incontinência urinária e levar uma rotina diária mais tranquila.

Você sabia que...

Nós já tratamos mais de

1115252 pacientes

desde 2004?

Orgulhamo-nos muito dos comentários deixados por eles...

Já realizou uma compra conosco antes?

Faça o login para realizar um novo pedido

Tratamentos Disponíveis

Detrusitol

3 / 5
  • Tratamento da incontinência urinária
  • Contém o princípio activo tolterrodina
  • Tomado diariamente
Mais Informação
  • Entrega grátis em 24 horas
  • Prescrição online - Não é necessário passar por uma consulta presencial

Vesicare

3 / 5
  • Toma única diária
  • Contém o princípio activo solifenacina
  • Controla a frequência e urgência urinária
Mais Informação
  • Entrega grátis em 24 horas
  • Prescrição online - Não é necessário passar por uma consulta presencial

Quais os tipos de incontinência urinária?

A incontinência urinária pode classificar-se em dois tipos, de acordo com o tipo de sintomas observados:

  • Incontinência de stress: Caracteriza-se pelo enfraquecimento dos músculos responsáveis por suster a bexiga, como os músculos do pavimento pélvico e o esfíncter uretral, resultando numa pequena perda involuntária de urina, principalmente ao tossir, ao rir ou a espirrar. É mais comum no caso de obesidade, na gravidez, pós-parto e menopausa.
  • Incontinência de urgência: Resulta de uma hiperactividade do músculo destrusor. É comum nas pessoas com historial familiar de incontinência urinária. Os principais sintomas incluem a necessidade repentina e incontrolável de urinar e a perda de uma quantidade moderada de urina.

Quais as causas da incontinência urinária?

A incontinência urinária de esforço é causada pelo enfraquecimento dos músculos do pavimento pélvico, sendo estes incapazes de suster a bexiga adequadamente. Este facto leva a que seja colocada demasiada pressão na uretra, impossibilitando o seu correcto encerramento. Este tipo de incontinência é o mais comum nas mulheres, ocorrendo muitas vezes após o parto ou o ganho de peso.

Por outro lado, a incontinência urinária de urgência é causada pela contracção involuntária dos músculos da parede da bexiga, levando à saída da urina. As causas deste tipo de incontinência permanecem incertas, podendo estar relacionadas com o stress emocional, a irritação da bexiga ou o síndrome da bexiga hipereactiva. Este síndrome caracteriza-se por uma necessidade urgente em urinar, de noite ou de dia, podendo ser impossível reter a urina até que chegue à casa-de-banho.

Quais os tratamentos disponíveis?

O tratamento da incontinência urinária depende do seu tipo e da gravidade dos seus sintomas, podendo dividir-se em tratamento cirúrgico e não cirúrgico. Se a incontinência for provocada por outra condição como a obesidade ou o aumento da próstata nos homens, estas devem ser tratadas em primeiro lugar. As alterações ao estilo de vida e o fortalecimento dos músculos do pavimento pélvico podem ajudar a melhorar os sintomas da incontinência. Pode ser necessário recorrer a medicamentos de prescrição como o Detrusitol (tolterrodina) ou o Vesicare (solifenacina) , para controlar a frequência e a urgência urinária.

Quando os procedimentos não cirúrgicos não são suficientes, pode ter de se recorrer a procedimentos de sling, à colposuspensão, ou à injecção de toxina botulínica (botox) para tratar a incontinência. Antes de seguir para o tratamento cirúrgico, tenha em conta os riscos e benefícios e aconselhe-se com o seu médico sobre tratamentos alternativos.

Seleccione
Medicamento
Preencha o formulário
O médico emite a sua prescrição
Entrega em 24h