Falar no Chat (+351) 308 804 997
(+55) 11 49 33 77 11
Equipa de suporte ao paciente: Seg. à Sex. das 09h às 18h
  • Serviço privado e confidencial Embalagem discreta e pagamento confidencial
  • Apenas medicamentos originais Medicamentos enviados da nossa farmácia registada no Reino Unido
  • Tudo incluído no preçoConsulta médica, prescrição e entrega em 24h
  • Entrega em 24 horas

História Médica do Viagra

O VIAGRA da Pfizer é provavelmente o medicamento mais popular no mercado para o tratamento da Disfunção Erétil. No entanto, é também aquele que marcou há quase 20 anos (foi lançado em 1998) a pioneira descoberta acidental do primeiro tratamento eficaz para esta condição.

O pequeno comprimido azul é hoje utilizado por milhões de homens que padecem desta condição e também é usado para fins recreativos.

A grande descoberta: O brilhante efeito secundário

Inicialmente indicado para o tratamento da hipertensão pulmonar e da angina de peito, o Sildenafil começou a ser estudado pela farmacêutica Pfizer no final da década de 80. O que a Pfizer não poderia prever é que nos ensaios clínicos viria a verificar-se que o medicamento tinha um brilhante efeito secundário: induzir a ereção.

O ingrediente ativo do Viagra tem propriedades vasodilatadoras e de relaxamento dos músculos lisos, motivo pelo qual pensava-se que era eficaz para o tratamento de doenças coronárias e pulmonares. Na fase de ensaios clínicos in vivo – em humanos – um grupo de pessoas foi submetida ao tratamento monitorizado com Sildenafil para angina de peito e hipertensão pulmonar. Surpreendentemente os pacientes do sexo masculino começaram a reportar como efeito secundário no estudo a indução da ereção.

Na verdade, nessa altura o Sildenafil revelou-se mesmo menos eficaz no tratamento da angina de peito. Esta descoberta inesperada foi aproveitada pela Pfizer para iniciar estudos e testes para lançar e patentear o VIAGRA cujo potencial de vendas e facturação não era de desprezar.

Durante os ensaios clínicos do Sildenafil para o tratamento da Disfunção Erétil verificaram-se melhorias consideráveis nesta condição na maior parte dos homens.

No final de março de 1998 o VIAGRA era aprovado para comercialização nos Estados Unidos da América e na Europa.

dose certa do Viagra

Consumo Global de Viagra: Factos e estatísticas

O rápido sucesso do VIAGRA e o seu grande boom de vendas surpreendente para alguns, deveu-se sobretudo a alguns factos sobre os homens e a Disfunção Erétil:

  • A disfunção erétil não era encarada como uma condição ou doença tratável, apenas como uma consequência do avançar da idade nos homens. Aquando do lançamento do Viagra os homens começaram a perceber que está condição não era normal e era tratável.
  • A disfunção erétil não é uma condição exclusiva dos homens mais velhos – 50 % dos homens a partir dos 40 anos manifestam algum grau de disfunção erétil.
  • Doenças e condições como a depressão, a diabetes, hipertensão arterial, colesterol elevado, obesidade, doença coronária, doença de Parkinson, tratamento do cancro da próstata, consumo de esteróides anabolizantes, lesões na espinal medula, toxico-dependência, alcoolismo, e até mesmo stress e ansiedade podem provocar problemas de erecção e disfunção erétil.
  • O Viagra resulta porque é um medicamento inibidor da fosfodiasterase-5, enzima que prejudica o processo da ereção. Ele promove o relaxamento e irrigação do pénis mediante estímulo sexual.
  • Entre 15 a 30 milhões de homens em todo o mundo sofrem de Disfunção Erétil
  • Após a sua aprovação nos Estados Unidos em 1998, os médicos prescreveram mais 40 000 receitas de Viagra só nas primeiras semanas
  • 4 em cada 5 homens que experimentam o Viagra conseguem ter uma ereção suficiente para terem sexo
  • Em 2012 a receita anual da Pfizer com o Viagra superou os 2 milhões de dólares

Patente expirada: Alternativas invadem o mercado

Após o sucesso inicial a Pfizer patenteou o medicamento para assegurar a venda exclusiva de medicamentos para o tratamento da Disfunção Erétil.

Com o passar dos anos estas patentes foram expirando nos diversos países e continentes levando à introdução de novas substâncias ativas como o Tadalafil do Cialis e o Vardenafil do Levitra que se revelaram igualmente eficazes.

Por outro lado, começou a haver espaço para o aparecimento de genéricos do Sildenafil – ingrediente ativo do Viagra.

Só em Portugal começaram a ser comercializados 20 genéricos do Sildenafil desde que a patente expirou em janeiro de 2014. As vendas dispararam com o aparecimento destes genéricos, aumentando em mais de 700 % o número de embalagens comercializadas em Portugal: de 115 430 embalagens para aproximadamente 840 000 embalagens em 2015. Menos dispendioso que o Viagra original da Pfizer, o sildenafil genérico parece ter invadido o mercado, prometendo eficácia igual a um preço mais baixo.

De salientar que em todo o caso a prescrição da substância ativa Sildenafil é obrigatória na União Europeia, independentemente de se tratar do medicamento original ou de um genérico.

Viagra: Tratamento para Impotência

O Viagra continua a ser um dos eleitos para o tratamento da Disfunção Erétil, mas sendo a sua compra mediante prescrição médica alguns homens procuram alternativas para contornar este procedimento.

Segundo a lei portuguesa e as orientações do Infarmed é estritamente proibida a venda de medicamentos como o Viagra sem prescrição médica, mas atualmente já é possível adquirir o Viagra legalmente online através de clínicas e farmácias online devidamente regularizadas, como é o caso da 121doc.

A oferta de medicamentos para a disfunção erétil online é grande, e é preciso ter atenção que o sildenafil genérico ou original só é vendido mesmo online mediante prescrição médica passada remotamente por um médico. Comprar este tipo de medicamentos em sites que o vendem livremente sem qualquer receita médica pode acarretar riscos para a saúde por não se tratarem dos medicamentos autênticos.

Existem muitas contrafações no mercado, pelo que o medicamento comprado através destes sites não certificados pode não ter o efeito desejado e ter consequências graves para a saúde.

No entanto, através de sites como o 121.com.pt e outras farmácias e clínicas legítimas online, o paciente pode obter a prescrição acompanhada do devido aconselhamento online para conseguir adquirir o Viagra online legalmente.

Fontes:

  1. Viagra: The little blue pill that could - URL: CNN 
  2. Viagra: How a Little Blue Pill Changed the World - URL: Drugs.com
  3. Viagra já tem 20 genéricos no mercado. Vendas disparam no último ano - URL: Observador.pt

Atualizado em 17 de Setembro de 2016

Seleccione
Medicamento
Preencha o formulário
O médico emite a sua prescrição
Entrega em 24h