Blog sobre saúde e bem estar da 121Doc Tudo pela sua saúde

Alzheimer: doença ligada ao envelhecimento afeta a memória recente

Inserido em Saúde em Geral 19 Sep, 2017

O mal de Alzheimer é uma desordem generalizada no cérebro, afetando o funcionamento da memória, provocando a perda de tecido cerebral e a morte de suas principais células nervosas.

Trata-se de uma doença cerebral progressiva, que vai destruindo aos poucos a memória e as habilidades de pensamento, aumentando com o tempo e, em determinado estágio, afetando até mesmo as mais simples tarefas.

O mal de Alzheimer é a causa mais comum de demência, aparecendo mais comumente em pessoas com mais de 60 anos de idade. Até agora, a medicina não encontrou uma cura para esse tipo de problema, embora já existam vários medicamentos que podem retardar sua progressão, ajudando a melhorar significativamente a qualidade de vida e a capacidade de fazer as tarefas diárias normais.

No entanto como ocorre com qualquer tipo de medicamento, até mesmo os indicados para o mal de Alzheimer provocam efeitos secundários. Uma das consequências mais comuns desse tipo de medicamento é o excesso de salivação.

A sialorreia, ou salivação excessiva em pessoas portadoras do mal de Alzheimer é decorrente da incapacidade de engolir, provocada, às vezes, por músculos faciais enfraquecidos e percebidos naturalmente nos estágios finais do Alzheimer.

Além disso, pode ser um dos efeitos colaterais de medicamentos para contenção da progressão do Alzheimer, que precisam usar algumas drogas anticolinérgicas, ajudando a reduzir a produção e de saliva e possibilitando que os pacientes parem de babar.

O que provoca o mal de Alzheimer no cérebro humano

memoria

O mal de Alzheimer é o principal responsável pela perda da memória dos seus portadores. A doença impede que as pessoas afetadas com a destruição das células cerebrais possam manifestar seu pensamento e suas opiniões de forma coerente, impossibilitando os pacientes de compartilhar experiências e fazer qualquer tipo de atividade mais complexa, chegando ao ponto de fazer com que se esqueçam de sua condição de pessoas.

Os cuidados com portadores do mal de Alzheimer devem ser feitos 24 horas por dia, infelizmente só podendo acompanhar a evolução da doença. Para saber tratar melhor, é preciso compreender como a doença afeta o cérebro de um paciente.

O mal de Alzheimer não faz parte do processo natural de envelhecimento dos seres humanos. Trata-se, ao contrário, de uma patologia progressiva, que vai provocando a morte das células cerebrais.

Os primeiros sintomas do Alzheimer são associados normalmente à perda de memória e, à medida que a doença progride, seus portadores se tornam incapazes de se movimentar e de fazer qualquer atividade, dependendo única e exclusivamente de cuidados de terceiros, inclusive para as necessidades mais básicas, como alimentação e higiene.

Para melhor entender os problemas provocados pelo mal de Alzheimer, é preciso antes conhecer o funcionamento de um cérebro normal e saudável. Como sabemos, o cérebro é o órgão mais importante do corpo humano, com um funcionamento bastante complexo e uma estrutura ainda não plenamente conhecida pela medicina.

O estudo do mal de Alzheimer levou os pesquisadores a mapear os lóbulos cerebrais e as principais regiões que impulsionam as atividades e reações, permitindo melhor compreensão da doença e possibilitando estudos que possam ajudar na prevenção.

No cérebro temos as funções nervosas responsáveis pelos movimentos do corpo, pela memória, pelo pensamento crítico e pelas emoções, além de nossa capacidade de raciocinar e de resolver problemas. Um dos métodos preventivos do Alzheimer exigem que a pessoa exercite de maneira constante seu cérebro, mantendo atividades normais, uma vez que é exatamente nas células cerebrais que a doença começa a se manifestar.

A parte posterior do crânio, logo atrás do cérebro, é onde se encontra o cerebelo, a parte do cérebro responsável pelo equilíbrio do corpo e pela coordenação dos movimentos.

Das três grandes áreas do cérebro, o tronco encefálico é a menor, situando-se abaixo do cérebro e na frente do cerebelo, servindo para conectar a coluna espinal ao cérebro, sendo responsável pelo controle das principais funções básicas de nossa existência, como a digestão, a respiração, a frequência cardíaca e a pressão arterial.

O cérebro com Alzheimer e suas irregularidades

Uma pessoa afetada pelo mal de Alzheimer apresenta diversas irregularidades cerebrais, como se comprovou através de estudos científicos.

Os tecidos cerebrais de uma pessoa com Alzheimer apresentam menos células nervosas e menor número de sinapses do que um cérebro saudável, notando-se a presença de uma proteína denominada beta-amiloide peptídeo nas placas e nos aglomerados microscópicos, bem como aglomerados irregulares de fragmentos de proteínas construídas entre as células nervosas.

As células nervosas afetadas ou destruídas pelo mal de Alzheimer possuem emaranhados, compostos por fios entrelaçados de uma proteína conhecida como tau, que são abundantes nos neurônios do sistema nervoso central, embora menos presentes em outros locais.

A partir do momento em que as proteínas tau apresentam defeitos, não estabilizando de forma correta os microtúbulos, o paciente vai sendo levado ao estado de demência, uma das consequências mais comuns do Alzheimer.

Essas placas e tecidos emaranhados são levadas a se espalhar por todo o córtex cerebral num padrão bastante previsível, à medida que o mal de Alzheimer vai progredindo.

Ocorre também a perda de conexões entre as células cerebrais, que são responsáveis pelo aprendizado, pela memória e pela comunicação. Essas conexões ou sinapses perdem sua funcionalidade, fazendo com que a pessoa portadora não tenha mais noção completa dos acontecimentos.

Uma das ocorrências contatadas no avanço do Alzheimer é a inflamação, resultante do esforço do cérebro para afastar os efeitos letais de alterações que estão em curso, embora isso não impeça a morte das células e a grave retração do nível dos tecidos cerebrais.

Embora a medicina ainda não tenha conhecimento completo do mal de Alzheimer, principalmente sobre o que provoca a morte das células e a perda de tecido cerebral, a formação de placas e de fios emaranhados se tornam os principais suspeitos.

A partir do momento em que o mal de Alzheimer se instala, por motivos ainda desconhecidos, surgem algumas alterações no cérebro da pessoa afetada, como, por exemplo, o encolhimento do córtex cerebral, danificando as principais áreas da memória, do pensamento e do planejamento.

O encolhimento ido córtex cerebral é bastante grave, principalmente na zona do hipocampo, a área que tem papel fundamental para a formação das novas memórias. Ao mesmo tempo, os ventrículos, que são espaços cheios de líquido no interior do cérebro, apresentam uma tendência de aumento.

Os processos que ocorrem no cérebro de portadores de Alzheimer apresentam um impacto devastador na vida do paciente. Com o passar do tempo e o avanço da doença, o córtex cerebral vai se reduzindo de forma drástica, afetando praticamente todas as funções motoras.

A taxa de progressão ido Alzheimer é bastante variável. Em algumas pessoas, depois da detecção da doença, pode haver uma sobrevida de poucos anos, enquanto outras podem viver até mais de 20 anos, exigindo constantes cuidados, já que não existe regressão possível para a doença.

A 121doc é especializada em cuidados de saúde on-line, permitindo que consulte um médico online e, quando relevante, compre tratamento online de forma segura. Nosso serviço oferece consulta médica online gratuita e entrega no dia seguinte para a maioria dos destinos. Conheça os tratamentos oferecidos, clique aqui.

Deixe o seu comentário
  • O seu nome:*
  • O seu email:
  • O seu comentário:*
Amou esse artigo?

Deixe seu email e receba nossa newsletter com as melhores dicas para melhorar a sua saúde, conteúdo inspirativo e ofertas.

Continue lendo
Descubra as categorias do Blog 121doc
Descrubra mais artigos
Virus H3N2
Sabia que o vírus H3N2 é o vírus da gripe que mais casos registrados teve... Continue lendo
premio melhor blog viagem brasil 2017
Fique a conhecer os melhores blogs e blogueiros de viagem e turismo do... Continue lendo
mesa-de-natal
Há algumas atitudes simples que poderá adotar antes, durante e depois do... Continue lendo