Falar no Chat (+351) 308 804 997
(+55) 11 49 33 77 11
Equipa de suporte ao paciente: Seg. à Sex. das 09h às 18h
  • Serviço privado e confidencial Embalagem discreta e pagamento confidencial
  • Apenas medicamentos originais Medicamentos enviados da nossa farmácia registada no Reino Unido
  • Tudo incluído no preçoConsulta médica, prescrição e entrega em 24h
  • Entrega em 24 horas

Candidíase Oral


Todos os Tratamentos

A candidíase oral é uma infecção fúngica causada pelo fungo candida albicans, naturalmente presente na boca. Quando o número de candida albicans aumenta, desenvolve-se a candidíase oral, que se caracteriza pelo aparecimento de placas brancas, destacáveis à raspagem, na língua e na mucosa oral. Estas lesões podem ser dolorosas e sangrar à raspagem, podendo apresentar-se também nas gengivas, amígdalas e garganta.

A candidíase oral afecta adultos e crianças e também pode ser conhecida por "sapinhos". Nas crianças e especialmente nos bebés com menos de dois anos, a candidíase oral é muito frequente e apresenta-se geralmente com pequenas placas brancas na boca do bebé, com aspecto de queijo.


Sintomas

As pessoas desdentadas e que usam placa tem maior propensão para a candidíase oral, devido por vezes à dificuldade de higienização da mesma.

Os principais sintomas associados à candidíase oral são:

  • Placas brancas na boca destacáveis à raspagem
  • Ardor na língua
  • Sabor desagradável na boca, ligeiramente salgado
  • Vermelhidão e inchaço na boca e garganta
  • Feridas nos cantos da boca (quelite angular)
  • Dificuldade em engolir

Causas da candidíase oral

O aumento dos níveis de candida albicans na boca pode ser o resultado de:

  • Enfraquecimento do sistema imunitário
  • Fumar
  • Uma condição de saúde subjacente: cancro ou VIH
  • Tomar medicação corticoesteróide
  • Tomar medicamentos que reduzam a quantidade de saliva produzida
  • Lesões na boca
  • Diabetes tipo 1 ou tipo 2

A candidíase pode ser causada pelo contacto da pele ou das mucosas com uma zona infectada, sendo a predisposição individual relevante para esta transmissão.

Nos bebés os "sapinhos" podem ser transmitidos da mãe para o bebé durante o parto, no caso de a mãe ter candidíase vaginal, ou pela amamentação. A candidíase oral nos bebés também pode ser causada por um sistema imunitário imaturo (especialmente prematuros) e pelo uso de antibióticos.

Relação entre candidíase e diabetes

Em geral a candidíase é mais comum nos pacientes com diabetes. Quer no caso da candidíase vaginal, como da candidíase oral, os elevados níveis de açúcar no sangue, característicos de pessoas com diabetes, tornam as condições de crescimento do fungo candida albicans mais favoráveis.

É também frequente, principalmente nos casos em que a diabetes não está bem controlada, o enfraquecimento do sistema imunitário, o que também contribui para a infecção de candidíase.

Tratamento

Caixas de Diflucan e Sporanox

A candidíase oral ou "sapinhos" pode ser prevenida ao seguir hábitos de higiene oral adequados, deixar de fumar ou mantendo as dentaduras limpas.

De outra forma, o tratamento da candidíase oral pode ser feito com medicamentos antifúngicos por via oral, como a Nistatina ou o Sporanox (itraconazol). Para o tratamento da candidíase oral no adulto, devem ser tomadas 100mg de Sporanox (1 cápsula), 1 vez por dia, durante 2 semanas. No caso de candidíases orais recorrentes, pode ser adoptada a terapêutica com Diflucan (fluconazol), sendo este último um tratamento de segunda escolha, indicado principalmente para pacientes imunodeprimidos.

Seleccione
Medicamento
Preencha o formulário
O médico emite a sua prescrição
Entrega em 24h