Falar no Chat (+351) 308 804 997
(+55) 11 49 33 77 11
Equipa de suporte ao paciente: Seg. à Sex. das 09h às 18h
  • Serviço privado e confidencial Embalagem discreta e pagamento confidencial
  • Apenas medicamentos originais Medicamentos enviados da nossa farmácia registada no Reino Unido
  • Tudo incluído no preçoConsulta médica, prescrição e entrega em 24h
  • Entrega em 24 horas

Addyi Flibanserina

O Addyi Flibanserina é o primeiro medicamento aprovado pela FDA americana para o tratamento da disfunção sexual feminina, também conhecida como baixo desejo sexual ou falta de libido.

  • Contém o princípio ativo flibanserina
  • Indicado para mulheres com disfunção sexual que ainda não atingiram a menopausa.

Como funciona o Addyi?

O Addyi contém o princípio ativo flibanserina que se classifica como um antidepressor. Ao contrário de outros tratamentos que podem ter efeitos ao nível do desejo sexual, como por exemplo a terapia de substituição hormonal, indicada a mulheres pós-menopáusicas, o Addyi não é um tratamento hormonal.

O Addyi atua ao nível do sistema nervoso central, mais propriamente ao nível dos neurotransmissores dopamina e serotonina. Estes neurotransmissores estão envolvidos no processo de resposta sexual do sistema nervoso central e a sua regulação permite aumentar o desejo sexual nas mulheres com Distúrbio do Desejo Sexual Hipoativo (do inglês HSDD).

Quem pode tomar Addyi?

A flibanserina presente no Addyi está indicada para mulheres pré-menopáusicas que sofram de disfunção sexual feminina marcada por baixo desejo sexual, que não tenham sofrido de baixo desejo sexual no passado e cuja falta de desejo sexual não depende do tipo de atividade sexual, situação ou parceiro sexual. Da mesma forma, a baixa libido não pode ser causada por nenhum outro problema médico ou doença psiquiátrica pré-existente, por problemas no relacionamento com o parceiro ou pelo efeito do uso de medicamentos ou de outras substâncias.

Por outro lado, a flibanserina não pode ser usada como tratamento da disfunção sexual em mulheres que já atingiram a menopausa, em homens, em crianças ou simplesmente para aumentar o desempenho sexual. O uso de Addyi nestas situações está sujeito ao aparecimento e agravamento dos efeitos secundários do medicamento.

O Addyi também não deve ser combinado com álcool ou com outros medicamentos como o ritonavir, o fluconazol, a ciprofloxacina o diltiazem entre outros, uma vez que estes podem aumentar a quantidade de flibanserina no sangue e levar a uma descida grave da tensão arterial e ao desmaio. Para garantir a segurança do tratamento, deve sempre informar o seu médico sobre qualquer outro medicamento que esteja a tomar à data da prescrição do Addyi.

História do Addyi

Tal como muitos dos medicamentos atualmente disponíveis que tratam condições de saúde diferentes das que inicialmente foram pensadas, o Addy foi inicialmente desenvolvido como um antidepressivo. Contudo, nos primeiros ensaios clínicos feitos à flibanserina, esta provou ter poucos efeitos no alívio dos sintomas da depressão, tendo porém um impacto positivo na libido de algumas das mulheres.

Em Junho de 2010 a Boehringer Ingelheim, a empresa farmacêutica responsável pelo desenvolvimento da flibanserina, submeteu a substância para aprovação, contudo a FDA americana negou a sua aprovação ao afirmar que os efeitos desta substância não eram superiores aos de um tratamento placebo.

Em Outubro de 2010 a Boehringer anunciou que iria descontinuar o desenvolvimento da flibanserina, devido à negação da sua aprovação. Contudo, meses mais tarde, a Sprout, outra empresa farmacêutica adquiriu a substância e tentou submetê-la para aprovação junto da FDA americana em Junho de 2013, sendo esta novamente negada, desta vez devido ao risco de efeitos secundários como a sonolência, as tonturas, a fadiga e as náuseas.

Após uma bem sucedida campanha levada a cabo pela Sprout juntamente com várias organizações que apoiavam a aprovação da flibanserina, esta acabou por ser aprovada em Agosto de 2015 pela FDA americana.

A flibanserina foi avaliada num total de 68 estudos e em mais de 11.000 mulheres, concluindo-se que os seus benefícios a nível da disfunção sexual feminina suplantavam o risco de efeitos secundários.

Como tomar?

O Addyi está disponível em comprimidos de 100mg e deve ser tomado tal como recomendado pelo médico. Recomenda-se que tome um comprimido de Addyi uma vez por dia à hora de deitar. A toma do medicamento a qualquer outro momento do dia pode aumentar o risco de sonolência, desmaio ou diminuição da tensão arterial. No caso de se esquecer de tomar Addyi, não compense a dose esquecida na manhã seguinte, simplesmente não tome a dose esquecida e retome a toma com a dose seguinte no horário normal.

Ao contrário dos tratamentos usados na disfunção sexual masculina, em particular na disfunção erétil nos homens, os efeitos do Addyi não são imediatos, uma vez que ao contrário do Viagra, por exemplo, este não atua ao nível da circulação sanguínea para facilitar a obtenção de uma ereção. O Addyi atua sim ao nível do sistema nervoso central e pode levar até quatro semanas para que sejam notados os seus efeitos ao nível da libido feminina. No caso de não notar qualquer melhoria dos sintomas de Distúrbio do Desejo Sexual Hipoactivo ao fim de oito semanas, deve consultar o seu médico.

Existem efeitos secundários?

Entre os principais efeitos secundários do Addyi encontram-se a sonolência, que pode ser particularmente agravada se for consumido álcool durante o tratamento. O risco de tensão arterial baixa é também agravado com o consumo de álcool, mas não só, podendo mesmo ocorrer sem o uso concomitante de outras substâncias. Outros efeitos secundários comuns podem incluir tonturas, náuseas, perturbações do sono ou boca seca.

Como sei se posso comprar Addyi na 121doc?

O Addyi foi recentemente aprovado pela FDA americana pelo que a sua comercialização nos Estados Unidos apenas começará a partir do dia 17 de Outubro de 2015.

Como este medicamento ainda não foi aprovado na Europa, ainda não é possível comprar Addyi online na 121doc.

Seleccione
Medicamento
Preencha o formulário
O médico emite a sua prescrição
Entrega em 24h