Falar no Chat (+351) 308 804 997
(+55) 11 49 33 77 11
Equipa de suporte ao paciente: Seg. à Sex. das 08:30h às 17:30h
  • Serviço privado e confidencial Embalagem discreta e pagamento confidencial
  • Apenas medicamentos originais Medicamentos enviados da nossa farmácia registada no Reino Unido
  • Tudo incluído no preçoConsulta médica, prescrição e entrega em 24h
  • Entrega em 24 horas

Métodos e medicamentos para parar de fumar: uma visão geral e guia

O tabaco é uma das plantas mais utilizadas no mundo todo e seu princípio ativo, a nicotina, é uma das substâncias mais viciantes conhecidas pela humanidade. A estimativa dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças são de que o tabaco provoca anualmente mais de 6 milhões de mortes, o que o torna o elemento que é a principal causa de morte evitável no mundo.

Composição da Nicotina

Com todos os problemas de saúde provocados pelo cigarro, atualmente existe mais de 70% dos fumantes adultos que pretendem parar de fumar. Encontre aqui métodos e tratamento que auxiliam no processo de deixar de fumar.

Como parar de fumar

Se você é fumante e pretende deixar o vício de fumar, precisa preparar um plano para eliminar a dependência da nicotina em três fases: preparar-se para isso, fazer a sua intervenção no vício do fumo e criar condições para manter-se longe do cigarro.

  • Na preparação, você precisa aumentar a sua motivação para começar o processo, construindo em si mesmo a confiança de que será bem sucedido se resolver deixar de fumar definitivamente.
  • A intervenção consiste em diversos métodos para deixar de fumar, podendo usar apenas um ou uma combinação entre eles, ajudando você a deixar o cigarro e conseguir passar pela síndrome da abstinência.
  • A manutenção é a última fase, quando você pode precisar de apoio, utilizando estratégias de enfrentamento e de um comportamento substitutivo, exigidos para que você continue com sua abstinência do cigarro.

Uma boa parte dos fumantes que conseguiram deixar o vício, o fizeram por conta própria, utilizando seus próprios métodos de eliminar de sua vida o tabagismo em determinado momento de sua vida de fumante.

Esses ex-fumantes podem ter utilizado o conselho de um profissional de saúde, ou podem ter feito uso de kits de cura do tabagismo, como os medicamentos Vareniclina e Champix, além de clínicas voluntárias ou comerciais para tratamento da dependência, ou estratégias de substituição da nicotina, como acupuntura, hipnose ou outros programas comportamentais.

Caso você esteja interessado no assunto, preparamos neste artigo uma série de informações, explicando sobre alguns dos principais métodos que podem ajudar você a parar defumar.

Quais os principais métodos para deixar de fumar?

Entre os métodos mais comuns utilizados para deixar de fumar, coletamos os seguintes:

Parar de fumar sem ajuda

Parar de fumar por conta própria é uma das formas que muitas pessoas encontram para deixar o cigarro de lado em suas vidas. Para alguns deles, o método evoca visões de terrível abstinência, enquanto que, para outros, representa demonstrar maior força de vontade e energia mental.

Não existe nenhuma cura milagrosa: parar de fumar sem ajuda funciona para pessoas que realmente desejam parar de fumar, já que cada experiência de abandonar o cigarro é tão única quanto a pessoa que tenta se livrar do hábito.

Cada fumante possui ligações diferentes com seu hábito de fumar, apresentando também obstáculos diferentes que devem ser superados durante o processo de abstinência e de abandono do vício.

Aqui, nosso objetivo é lhe oferecer dicas práticas e algumas recomendações que poderá ajustar às suas próprias necessidades.

Para começar, por mais óbvio que isso possa lhe parecer, o primeiro passo para abandonar o vício do cigarro é se sentir pronto para essa iniciativa. A maior parte dos fumantes sabe que deve parar, mas pode ser bastante complicado chegar à conclusão de que o indivíduo está realmente pronto para isso.

Se não estiver consciente do seu desejo de parar de fumar, não haverá qualquer método que o possa fazer abandonar o vício. Qualquer método apresentará algum tipo de falha e você fará tentativas, sem conseguir abandonar o cigarro.

Existem fumantes que tentam parar inúmeras vezes, utilizando os métodos mais diferentes possíveis, acabando por desanimar ou simplesmente sentindo receios e medos de passar novamente por qualquer processo de abstinência da nicotina.

Portanto, se você realmente pretende parar de fumar, deixe as falhas do passado de lado e elimine os seus medos, reconhecendo que eles existem e que você tem capacidade para passar por mais esse obstáculo.

Uma forma de se preparar para deixar de fumar é se educar sobre o vício e a dependência da nicotina. A palavra vício pode ser usada de forma casual e rotineira, mas precisamos entender que seu conceito é bastante grave, devendo ser abordado de frente.

Para determinadas pessoas, o vício gerado pela nicotina é tão ruim ou pior do que o vício provocado pela heroína ou cocaína, por exemplo. Portanto, é preciso ter tempo, aprender sobre os efeitos físicos e psíquicos da nicotina, entendendo que deve trabalhar para conscientizar-se e analisar os prejuízos que está trazendo para sua saúde.

Para se preparar de forma conveniente e abandonar o vício do cigarro, veja as dicas que apresentamos a seguir:

  • Quando sentir vontade de fumar, tome um copo de água;
  • Use qualquer outro método para se distrair e deixar o cigarro de lado;
  • Considere que a vontade de nicotina é de curta duração;
  • Respire profunda e lentamente;
  • Utilize sua lógica para descartar a vontade de acender um cigarro.

As pessoas que tentam deixar de fumar e falham no processo conseguem perceber que os sintomas de abstinência são mais psicológicos do que físicos. A nicotina age diretamente no cérebro e sua falta provoca mudanças extremas de humor, apresenta ansiedade, raiva e, em alguns casos, até depressão.

A falta de nicotina no organismo provoca uma verdadeira montanha-russa emocional, trabalhando ao lado de nossa vontade de parar de fumar e buscando reforçar a ideia de que o uso da nicotina é essencial para que a pessoa volte a ser calma, feliz e normal.

A recaída, com o ato de acender novamente um cigarro, é a opção mais simples e fácil, sendo necessária para que a pessoa se sinta novamente bem. Portanto, para parar de fumar, é preciso ser forte.

Parar de fumar com medicamentos

O uso de medicamentos pode aumentar em dobro as chances de parar de fumar, ajudando durante o processo de abstinência da nicotina. Os medicamentos para parar de fumar ajudam a reduzir o desejo pelo cigarro, além de ajudar a poupar seu dinheiro.

Os medicamentos indicados para colaborar no processo de eliminação do vício do cigarro são normalmente utilizados por um curto período de tempo. Dessa forma, irá gastar menos ao comprar medicamentos do que continuando a manter seu hábito de fumar.

Veja, na tabela abaixo, alguns dos medicamentos de reposição de nicotina e controle da abstinência:

Método Disponibilidade Descrição
Patches de nicotina
  • Sem prescrição

O adesivo de nicotina é colocado sobre a pele e dá aos usuários uma quantidade pequena e constante de nicotina.

Goma de nicotina
  • Sem prescrição

A goma de nicotina é mastigada para liberar nicotina. O usuário mastiga a goma até que ela produz um sentimento de formigamento e, em seguida, coloca-lo entre a sua bochecha e gengivas.

Pastilhas de nicotina
  • Sem prescrição

Pastilhas de nicotina parecem balas e são colocados na boca. A pastilha de nicotina libera nicotina à medida que se dissolve lentamente na boca.

Opções de medicamentos com prescrição:

Método Disponibilidade Descrição
Inalador de nicotina
  • Com prescrição

O inalador de nicotina é um cartucho ligado a um bocal. Inalar através do bocal dá ao usuário uma quantidade específica de nicotina.

Spray nasal de nicotina
  • Com prescrição

Nicotina spray nasal é um frasco de bomba contendo nicotina, que é colocado no nariz e pulverizado.

Bupropiona
  • Com prescrição

Bupropiona, também conhecido como Zyban, ajuda a reduzir a retirada de nicotina ea vontade de fumar. Bupropion pode ser usado com segurança com NRT.

Vareniclina (Champix)
  • Com prescrição

A vareniclina, também conhecida como Champix, ajuda a reduzir a abstinência de nicotina e o desejo de fumar. Também bloqueia os efeitos da nicotina dos cigarros se o usuário começar a fumar novamente.

Os medicamentos indicados para ajudar no processo de parar de fumar contêm doses decrescentes de nicotina, ajudando a pessoa a reduzir os efeitos psicofísicos da substância, como dores de cabeça e irritabilidade, que normalmente são frequentes quando você resolve parar de fumar. Os medicamentos de prescrição também podem ajudar na eliminação do vício, trazendo menos ansiedade durante os períodos considerados piores para a abstinência.

Mas, atenção: se quer parar de fumar, somente um médico pode ajudar a decidir se qualquer um dos medicamentos pode ser adequado para o seu caso específico.

O médico também é o profissional que pode decidir qual o tipo de medicamento é mais indicado, se um remédio de reposição de nicotina ou se um remédio sem nicotina.

Cada medicamento funciona de uma forma diferente e cada organismo também é diferente. Os estudos sobre os medicamentos para eliminar o vício de fumar demonstram que muitas pessoas não os utilizam da forma correta. Quando o medicamento não é utilizado da forma correta, certamente não vai funcionar.

A bula do medicamento normalmente indica todos os detalhes sobre o medicamento e como ele deve ser usado.

De forma geral, o tratamento de substituição ou reposição de nicotina pode levar em torno de dois a três meses. Mesmo que tenha condições de comprar os medicamentos sem receita médica, é importante falar com um médico para saber qual é o mais indicado para o seu caso.

Métodos caseiros

Mesmo sendo tão difícil deixar de fumar, existem diversas formas eficazes de fazer isso, sendo que alguns métodos podem ser praticados dentro de sua própria casa:

Água

Uma das razões que torna a nicotina uma substância tão viciante e tão difícil de ser deixada de lado, é o fato de que ela permeia o seu corpo como uma toxina. A nicotina entra no seu sistema nervoso e nos seus órgãos, sendo muito difícil de ser retirada. A água é uma substância desintoxicante natural. Tomar mais água quando está abandonando o vício de fumar vai limpar o seu sistema orgânico de forma mais eficaz, ajudando a combater muitos dos efeitos nocivos da nicotina.

Gengibre

Durante o processo de abandonar o cigarro, você pode sentir náuseas, um dos sintomas mais comuns entre as pessoas que tentam deixar de fumar. O gengibre é uma raiz que pode ser bastante útil no combate às náuseas, podendo ser usado em comprimidos, em cápsulas ou como chá. O gengibre vai acalmar seu trato gastrointestinal, ajudando a superar os problemas de náuseas, impedindo também que tenha vontade de fumar.

Gengibre para parar de fumar

Vitaminas

Para ajudar a combater as toxinas do seu organismo, você vai precisar de ajuda. Para isso, procure tomar multivitaminas, especialmente as que contenham vitaminas A, C e E, que são excelentes para desintoxicar seu organismo, reparando seu sistema e proporcionando os nutrientes que você precisa para se livrar das toxinas. As vitaminas servirão também para trazer mais energia ao seu sistema, dando mais força para lutar contra o vício do tabaco.

Suco de uva

Ainda falando sobre a toxina deixada pela nicotina no seu corpo, para ajudar a vencer os sintomas de abstinência e da ansiedade, você também pode fazer uso do suco de uva todos os dias. Os ácidos presentes no suco de uva também são desintoxicantes naturais, ajudando a rejuvenescer o seu sistema orgânico e limpando as toxinas mais rapidamente.

Suco de uva para parar de fumar

Hortelã

No combate aos sintomas de náuseas você também pode usar o hortelã. O chá de hortelã é excelente para o tratamento de problemas digestivos, eliminando gases e tirando do seu estômago os sintomas de náuseas. Além disso, o chá de hortelã é bom para dores de garganta, resfriados e dor de dente, se contar que, com seu cheiro forte e com seu sabor, o chá vai ajudar a eliminar a vontade de fumar, já que oferece uma sensação suave e gostosa na boca, que seria eliminada se acendesse novamente um cigarro.

Ginseng

O ginseng é usado há milhares de anos pelos chineses para tirar do organismo os efeitos negativos do estresse, além de servir para tratamento de inúmeras doenças. Uma das principais razões para o uso da nicotina é exatamente o alívio do estresse e o fato de resolver deixar de fumar, por si só, já é estressante. O chá de ginseng, pode ajudar a aliviar esse estresse diário e assim terá mais forças para parar de fumar.

O ginseng não ai ajudar a aliviar apenas o estresse, sendo também bastante eficiente no processo de eliminação de nicotina induzida pela dopamina, o neurotransmissor que é o principal envolvido nos sentimentos de satisfação e de euforia depois de fumar um cigarro. Além da nicotina, o ginseng também elimina outras toxinas prejudiciais, limpando os seus pulmões e preparando para que recebe um ar mais saudável e revigorante.

Lobélio

O lobélio é uma erva conhecida há séculos entre os nativos norte-americanos para fazer tratamento de doenças respiratórias e virais. O lobélio atua de forma semelhante à nicotina e, embora não seja viciante, também estimula a dopamina, trazendo satisfação e prazer, estimulada pela lobelina, um alcaloide que tem estrutura semelhante à nicotina.

Métodos alternativos para deixar de fumar

Os métodos alternativos para parar de fumar são aqueles que abordam os aspectos físicos, sociais e comportamentais inerentes ao tabagismo, agindo como uma combinação de medicação e de aconselhamento. Entre esses métodos alternativos, podemos considerar os seguintes:

Cigarros eletrônicos

Os cigarros eletrónicos foram desenvolvidos para trazer ao fumante uma experiência de usar o cigarro, embora sem apresentar fumaça e não queimar tabaco. Eles são comercializados como produtos menos prejudiciais do que os cigarros comuns.

cigarro eletronico

Os cigarros eletrônicos, além de nicotina, também possuem algumas substâncias que, segundo seus fabricantes, têm menos toxinas causadoras de câncer do que o cigarro normal. Existe a preocupação de que algumas marcas possam ter contaminantes, em razão da falta de padrões de controle de qualidade e, além disso, embora sendo sugerido que possam ser úteis para ajudar a combater o vício de fumar, eles não conseguiram aprovação da FDA norte-americana.

Parar de fumar através da hipnose

A hipnose pode ser uma boa sugestão para parar de fumar, já que ela tem capacidade de mudar o comportamento. Não se trata de um método comprovado, sendo difícil testar se funciona ou não de forma efetiva.

No entanto, os estudos sugerem que a hipnose não consegue fazer a pessoa parar de fumar porque a nicotina muda a estrutura química do cérebro. Assim, o vício pela nicotina se torna muito poderoso para ser eliminado com uma simples sugestão. Embora seja uma tentativa para parar de fumar, pode ser tentada sem qualquer prejuízo para o fumante. Contudo, as mais recomendadas formas de deixar o cigarro são aquelas através de métodos comprovados.

Terapia a laser e acupuntura

Existem ex-fumantes que afirmam que a terapia com laser e com acupuntura se mostraram benéficas para deixar de fumar. As duas terapias ajudam a estimular o organismo a produzir substâncias químicas denominadas endorfinas, que reduzem a vontade de nicotina. Contudo, devemos ressaltar que não existe qualquer evidência científica que possa comprovar essas metodologias.

acunputura para deixar de fumar

Como deixar de fumar é uma situação bastante difícil, faz sentido procurar por métodos diferenciados. Até agora, no entanto, o único método eficaz para deixar o vício do tabaco que apresenta evidências científicas é a combinação de um medicamento de prescrição, com aconselhamento. Evidentemente, dependendo também da vontade do fumante de parar.

Como iniciar, continuar e manter o meu processo de cessação?

Como mostramos, o processo de parar de fumar é bastante delicado, exigindo força de vontade do fumante, controle físico e emocional. Não basta apenas ter vontade e usar medicamentos. Parar de fumar também vai exigir algumas atitudes que são bastante eficazes para administrar o dia a dia depois que parar de fumar.

Faça um plano de cessação

Monte o seu plano de cessação para parar de fumar, isso irá tornar o seu dia a dia mais fácil. Um plano para parar de fumar irá lhe fornecer condições de se manter focado, mais confiante e motivado para deixar o hábito do cigarro. Você pode fazer o seu próprio plano ou encontrar algum que melhor funcione para o seu caso, lembrando que nenhum método específico funciona para todos. É preciso ser honesto sobre suas necessidades.

Mantenha-se ocupado

Manter-se ocupado para parar de fumar

Quando se mantém ocupado fica mais fácil permanecer longe do cigarro. Ao encontrar ocupações durante o seu dia, terá sua mente distraída, reduzindo a vontade de fumar. Procure fazer atividades, como, por exemplo:

  • Faça caminhadas;
  • Use balas e gomas de mascar;
  • Mantenha suas mãos ocupadas com uma caneta ou palito de dente;
  • Use jogos de computador quando não estiver fazendo nada;
  • Beba muita água durante o dia;
  • Vá ao cinema;
  • Passe mais tempo com amigos e familiares que não fumam.

Evite o desejo - gatilhos

Gatilhos são eventos que desencadeiam o desejo de fumar, como lugares, pessoas, coisas ou situações. Tente evitar todos os gatilhos que lhe lembram a vontade de fumar, como, por exemplo:

  • Livre-se dos seus cigarros, isqueiros e cinzeiros;
  • Evite a cafeína e a substitua por água;
  • Passe mais tempo com pessoas não fumantes ou frequente lugares onde é proibido fumar;
  • Descanse bastante e coma de forma saudável;
  • Mude sua rotina para evitar situações que possam ser associadas ao tabagismo.

Permaneça positivo

Como já ressaltamos, deixar de fumar é um processo bastante difícil e deve tentar não pensar em desistir. Os seus dias durante o processo de erradicação do vício de fumar poderão não ser perfeitos, mas o que vai importar é superar os momentos mais difíceis. Procure se recompensar por ser um ex-fumante todos os dias, mantendo a positividade e encontrando um benefício para si próprio, como um presente ou um passeio.

Peça ajuda

Por último, não precisa confiar apenas na sua boa vontade para se tornar um ex-fumante. Conte com sua família e com seus amigos, peça sempre apoio para não voltar a fumar nos primeiros dias e semanas. As pessoas familiares e amigas poderão ajudar você a atravessar os momentos mais difíceis desse processo. Procure fazer com que entendam como eles podem ajuda-lo.

Por que deixar de fumar?

Se está pensando em parar de fumar, um dos pontos em que deve se basear para tomar a decisão é conhecer as razões pelas quais quer eliminar o vício de sua vida. Vamos ver as principais razões, e você poderá escolher uma ou todas:

  • Ter mais saúde por mais tempo em sua vida;
  • Economizar dinheiro sem gastar em cigarro;
  • Manter sua família segura e saudável.

Se ainda está em dúvida com relação a parar de fumar e não encontrou nessas razões uma razão potencial para tomar a iniciativa, vamos conversar um pouco sobre os benefícios de uma vida sem a participação do cigarro:

  • Benefícios para sua saúde

A partir do momento em que você deixar de fumar, irá reduzir as possibilidades de desenvolver um cancro de pulmao, de ter ataques ou doenças cardíacas, de ter um acidente vascular cerebral, catarata e muitas outras doenças graves.

Ao deixar de fumar também irá reduzir as chances de pegar gripes e resfriados, levando seu organismo a desenvolver um processo de recuperação muito mais rápido em caso de doenças e infecções.

Sua respiração vai se tornar mais saudável, sua pressão sanguínea terá maior equilíbrio, sua pele ficará mais apresentável e bonita e seus dentes e unhas não terão mais manchas.

  • Benefícios para seu estilo de vida

Quando deixar de fumar, terá mais dinheiro para investir em outras atividades mais interessantes, poderá passar mais tempo com sua família, recuperar o atraso no trabalho e ainda encontrar um hobby que satisfaça mais o seu centro de prazer cerebral.

Além disso, sua alimentação será melhor, já que irá sentir mais profundamente o gosto dos alimentos e não terá o constante cheiro de tabaco nas roupas.

  • Benefícios para uma vida familiar melhor

Ao tomar sua decisão de parar de fumar, se tornará um exemplo para seus filhos, seus amigos e familiares, seus colegas de trabalho e outras pessoas queridas, que, sem sombra de dúvida, terão admiração pela sua iniciativa.

Você também irá proteger seus amigos e familiares dos riscos e perigos do fumo passivo, terá mais energia para todas as suas atividades e poderá caminhar e correr mais livremente.

Cérebro

O risco de AVC é significativamente alto em fumadores devido à sua tensão arterial elevada. Fumar causa 40% mais AVC's em pessoas abaixo dos 65 anos.

Ouvidos

A perda de audição é mais provável em fumadores do que em pessoas que não fumam.

Pele

Fumar prejudica tanto os vasos sanguíneos que transportam o sangue à pele como o tecido conectivo que ajuda a manter a juventude da pele. Fumar também aumenta o risco de problemas de pele como a psoríase.

Pulmões

80% das pessoas que desenvolvem cancro do pulmão são fumadoras. Outros problemas pulmonares como a bronquite e o enfisema também são mais prováveis entre fumadores, devido ao alcatrão presente nos cigarros que provoca o bloqueio pulmonar.

Coração e Sangue

A falta de oxigénio causada pelo tabaco faz com que seja mais difícil ao coração bombear sangue pelo corpo, colocando um esforço extra no coração e nas artérias. O que aumenta a tensão arterial e os batimentos cardíacos.

Estômago e Intestino

Fumar pode causar cancro do estômago e do intestino. Os fumadores têm maior probabilidade de ter úlceras no estômago.

Pénis

Os fumadores masculinos têm um maior risco de ter impotência. Fumar pode também reduzir a espessura do esperma, o que pode levar a problemas de infertilidade.

Músculos

Fumar reduz a quantidade de oxigénio no sangue porque este é substituído por monóxido de carbono. O que significa que menos oxigénio é transportado para as células musculares, fazendo com que se canse mais rapidamente.

Ossos

Depois de alguns anos, fumar pode diminuir a densidade óssea, aumentando o risco de fractura.

Fumo Passivo

O fumo passivo é conhecido por causar vários riscos às crianças, incluindo a morte súbita infantil, a asma e outras infecções pulmonares, a doença de Crohn, alergias, atrasos no desenvolvimento e o aumento do risco de otite.

Gravidez

Fumar pode ter consequências graves para as mulheres grávidas e os seus bebes. O risco de aborto, complicações durante o parto e síndrome da morte súbita infantil são maiores em mulheres que fumem durante a gravidez. Mulheres que fumem podem também ter dificuldades em conceber.

Pernas

A doença arterial periférica (DAP) pode ser causada pelo fumo devido ao dano dos vasos sanguíneos. A DAP pode levar a gangrena e até a amputação.

Diabetes

Doentes de diabetes que também fumem terão menos controlo nos seus níveis sanguíneos de glucose do que aqueles que não fumam. As hipóteses de sofrer de complicações da diabetes são maiores naqueles que fumam.

Olhos

Problemas de visão que possam levar à cegueira, como a degeneração macular, são mais comuns em fumadores.

Nariz

Fumar pode diminuir a sua capacidade olfactiva. Pode também causar cancro da cavidade nasal e do seio nasal.

Boca

Os fumadores têm um risco aumentado de cancro oral e doença periodontal (gengivas), o que pode enfraquecer o suporte dos dentes.

Efeitos de fumar no seu corpo

Clique na parte do corpo relevante para saber como o fumar lhe afecta.
Os benefícios para a saúde de deixar de fumar começam assim que parar.

  • Benefícios financeiros

Para quem costuma fumar um ou dois maços de cigarros por dia, os benefícios financeiros podem se apresentar como o fator mais gratificante quando resolver deixar de fumar.

A revista New England Journal of Medicine realizou um estudo onde mostra resultados promissores para quem pretende parar de fumar. Foram consideradas mais de 2,5 mil pessoas inscritas em um programa denominado CVS Caremark, onde se verificou que as pessoas que identificaram os benefícios financeiros ao deixar de fumar, conseguiram deixar o tabaco em menos de 12 meses de tentativa.

Veja quanto pode economizar:

Quando buscar ajuda e como identificar o vício?

O vício do fumo é muito mais difícil de ser superado, já que se trata de um vício legalizado, podendo se obter facilmente o cigarro e sendo permitido o seu uso em público. Em muitos lugares do mundo, ele já é proibido em locais fechados.

Enquanto existam pessoas que fumam social ou ocasionalmente, sem depender da nicotina como hábito, também existem aquelas que se tornam dependentes da substância. O vício em nicotina pode se manifestar em certas situações, como, por exemplo:

  • Quando uma pessoa não consegue parar de fumar ou, em alguns casos, de mascar tabaco, embora tenha feito todas as tentativas para abandonar o vício;
  • Quando a pessoa apresenta sintomas de abstinência ao tentar abandonar o cigarro, apresentando mãos trêmulas, sudorese, maior frequência cardíaca e irritabilidade por pequenas coisas;
  • Quando precisa fumar ou mascar fumo após cada refeição ou depois de períodos de tempo mais prolongados sem fazer uso do cigarro ou do tabaco, como depois de um filme, após uma reunião de trabalho ou depois de uma viagem de avião;
  • Quando recorre imediatamente ao cigarro em momentos de nervosismo e estresse;
  • Quando desiste de atividades ou não participa de eventos em locais onde não é permitido fumar;
  • Quando continua a usar o cigarro, mesmo sofrendo problemas de saúde decorrentes do hábito de fumar.

Fatos sobre o tabagismo

  • Atualmente existem mais de 1 bilhão de usuários de tabaco no mundo. Segundo estatísticas, o número poderá chegar a mais de 1,5 bilhão nas próximas duas décadas;
  • A Convenção-Quadro da OMS para o Controle do Tabaco, o primeiro tratado de saúde pública do mundo, é um dos tratados mais presentes no planeta, com a participação de 176 países, que representam mais de 87% da população mundial;
  • A dependência do cigarro afeta a pobreza e o desenvolvimento. Em países mais pobres, pelo menos 30% dos rendimentos das pessoas são consumidos em tabaco, reduzindo os fundos disponíveis para educação, nutrição e cuidados com a saúde;
  • Durante o século 20, mais de 100 milhões de pessoas tiveram morte em decorrência de problemas relacionados com o cigarro. Caso não fossem tomadas ações para o combate ao fumo, cerca de 1 bilhão de pessoas poderiam morrer no século 21;
  • Não existe um nível seguro de exposição à fumaça do cigarro;
  • Em adultos, o fumo passivo provoca doenças cardiovasculares e respiratórias graves, incluindo doenças coronárias e câncer de pulmão. Em bebês, o fumo passivo pode provocar morte súbita e, em mulheres grávidas, provoca baixo peso no bebê ao nascer;
  • O tabaco mate até 50% dos seus usuários.

Fontes:

Publicado em 28 de Abril de 2017.

Seleccione
Medicamento
Preencha o formulário
O médico emite a sua prescrição
Entrega em 24h