Falar no Chat (+351) 308 804 997
(+55) 11 49 33 77 11
Equipa de suporte ao paciente: Seg. à Sex. das 09h às 18h
  • Serviço privado e confidencial Embalagem discreta e pagamento confidencial
  • Apenas medicamentos originais Medicamentos enviados da nossa farmácia registada no Reino Unido
  • Tudo incluído no preçoConsulta médica, prescrição e entrega em 24h
  • Entrega em 24 horas

Contracepção natural

Contraceção naturalA contraceção natural permite evitar uma gravidez indesejada sem recurso a substâncias químicas que interfiram com a regulação hormonal feminina, e de uma forma bem aceite pela maioria das religiões.

Pode fazer-se com recurso a vários métodos, sendo que em qualquer um deles, se pretende conhecer o dia da ovulação da mulher, e dessa forma prever o seu período fértil. Embora o óvulo tenha uma viabilidade de 24 horas após a sua libertação, os espermatozoides poderão permanecer viáveis no útero por um período de 72 horas. Assim, poderá dar-se a fecundação no caso de haver ejaculação 3 dias antes da ovulação e até um dia após a mesma.

Por isso, durante este período de tempo é possível que a mulher engravide, o que faz com que o casal não possa ter relações sexuais desprotegidas. Estes métodos podem ser usados de forma isolada ou conjugados, para que haja uma maior eficácia na previsão.

Qualquer um destes métodos tem alguma eficácia, mas esta será sempre inferior aos métodos hormonais ou de barreira. Contudo, sabe-se que nas mulheres jovens o ciclo menstrual não está ainda regulado, e por isso o uso destes métodos pode ser muito falível.

Método do Calendário

Embora seja vulgarmente referido que o ciclo menstrual feminino dura 28 dias, este período corresponde apenas a uma média populacional. Por isso, e para que o método do calendário seja eficaz, é necessário conhecer a duração aproximada do ciclo menstrual de cada mulher em particular. Para o fazer deverá observar a duração dos ciclos menstruais dos últimos 6 a 12 meses, contando o número de dias que decorre desde o primeiro dia de cada menstruação até à menstruação seguinte.

Conhecendo a duração dos ciclos menstruais dos últimos meses, poder-se-à calcular o período de abstinência sexual, que está relacionado com o período fértil. Teoricamente, este último teria uma duração de 5 dias, como acima referido.

No entanto, e como os ciclos menstruais não têm uma duração exata, quanto mais irregular estes forem maior será o período de abstinência do casal. Assim, para conhecer o período de abstinência, subtraem-se 18 dias ao ciclo menstrual mais curto e 11 dias ao ciclo menstrual mais longo. Isto garantirá alguma margem de segurança, atendendo à variabilidade da regulação hormonal de cada mulher.

No caso de uma mulher que nos últimos 12 meses tenha tido ciclos menstruais com uma duração entre 26 e 28 dias o período de abstinência seria calculado subtraindo 18 dias aos 26, e 11 dias aos 28. Assim, obter-se ia respetivamente os dias 8 e 17 do ciclo menstrual, entre os quais o casal não deverá manter relações sexuais.

Método da temperatura corporal basal

Sabe-se que a temperatura corporal feminina aumenta entre 0,5-1ºC no período próximo à ovulação devido ao aumento dos níveis de progesterona, e volta a diminuir durante a menstruação. Isto permite reconhecer o dia da ovulação, e dessa forma estabelecer o período fértil, durante o qual não deverão existir relações sexuais.

Método do muco cervical

As glândulas presentes no colo do útero sintetizam o muco cervical de forma contínua. No entanto, as características desde muco variam de acordo com as variações hormonais sofridas durante o ciclo menstrual, e desta forma podem servir como indicador para a previsão do período fértil.

Durante a menstruação este muco tem uma consistência mais espessa, tanto que se mantém aderente ao colo do útero e por isso não é secretado. Assim, os dias secos são determinados até voltar a haver secreção do muco cervical. Assim que a secreção recomeça, esta começa por ser escassa, apresentando uma consistência muito pegajosa, tornando-se mais líquida e abundante até ao dia da ovulação. Após esse dia, volta a verificar-se um novo espessamento e redução da quantidade até à menstruação, dando início de novo aos dias secos.

Reconhecendo a evolução do ciclo menstrual poderá manter-se relações sexuais durante os dias secos. No entanto, os resíduos de sémen podem ser facilmente confundidos com o muco cervical, e por isso é importante que as relações apenas existam em dias alternados, para que seja possível reconhecer o novo início da secreção de muco cervical.

Seleccione
Medicamento
Preencha o formulário
O médico emite a sua prescrição
Entrega em 24h