Telefone Falar no Chat
Equipe de suporte ao paciente disponível: Seg. à Sex. das 08:00h às 17:00h
Blog sobre saúde e bem estar da 121Doc Tudo pela sua saúde

Junte-se a nós e aprenda a:

  • Fazer escolhas saudáveis;
  • Perder peso e ter mais energia;
  • Prevenir doenças Crônicas e mortais.
Junte-se á comunidade da 121doc

A história de Demi Lovato com a abuso de substâncias

Inserido em Saúde em Geral 31 Aug, 2018

"Você sempre vai se lembrar da sua primeira vez", diz Demi Lovato, vestindo um mini-vestido preto de mangas compridas e botas Chloe Gosselin, para uma sala cheia de estranhos.

Ser o centro das atenções (e fazer com que algumas bochechas se queimem) não é uma experiência totalmente inédita para a atriz que se transformou em uma sexy popstar. O público, no entanto - na maior parte de meia-idade, desprovido de pré-adolescentes - não é seu típico público-alvo.

Veja, ela não está falando daquela primeira vez. Lovato está no palco na frente de membros das principais organizações de saúde mental do país para o National Council of Behavioral Health's Hill Day em Washington, D.C. Ela está respondendo a perguntas de Linda Rosenberg, a CEO do conselho. E está recordando da primeira vez que sofreu com uma doença mental.

Lovato está lá como líder do Be Vocal: Speak Up for Mental Health, uma iniciativa que incentiva as pessoas a compartilharem suas histórias de doenças mentais. Mas seu status de estrela é difícil de ignorar. O salão do porão do Hyatt Regency, que talvez tenha sido apenas um quarto cheio de apresentações em PowerPoint antes do horário de Lovato, agora está lotado, com uma fileira de câmeras de celular compondo a fila da frente. Aplausos altos começam quando Lovato diz: "Não há folga na recuperação".

Prestação de contas, ela diz, é fundamental. "Eu digo a mim mesmo", diz ela, olhando para Rosenberg e observando como é importante ter um sistema de apoio quando sente vontade de participar do que ela chama de comportamento "destrutivo".

E o passado de Lovato foi mais destrutivo do que da maioria. Ela admitiu ter pensamentos suicidas já aos sete anos de idade, um forte contraste com a garota sorridente que ela interpretou ao lado de Selena Gomez no Barney & Friends.

Quando adolescente, ela lutava contra distúrbios alimentares, autoflagelação, dependência de cocaína e abuso de álcool. "Eu sabia muito jovem que alguns dos meus comportamentos eram um problema", Lovato diz do sofá cinza elegante em sua suíte de hotel. "Quando eu era bulímica, sabia que era um problema. Quando eu era anoréxica, sabia que era um problema. Mas eu não estava em um lugar do qual eu pudesse sair sozinha."

Abaixo, um cronograma rápido de seu caminho desde então até agora:

demi lovato abuso de drogas

2009: Demi Lovato experimentou cocaína

Lovato fala sobre seu histórico de abuso de substâncias em seu documentário no YouTube de 2017, Simply Complicated. Nele, a cantora diz que foi intimidada na escola e se sentia por fora, mas um dia fez amizade com uma garota popular que disse ter mutios amigos porque "festejava". Isso iniciou a investida de Lovato em álcool e drogas.

A primeira vez que Lovato tentou usar cocaína, porém, foi em 2009 aos 17 anos, quando ela estava trabalhando no Disney Channel. "Eu estava com alguns amigos e eles me apresentaram", disse ela. "Eu estava com medo, porque minha mãe sempre me disse que seu coração poderia explodir se você fizer isso, mas eu fiz de qualquer maneira. E eu adorei."

O pai biológico de Lovato era um viciado e um alcoólatra, e Lovato diz que "sempre procurou pelo que encontrou em drogas e álcool" porque ele preferiu essas substâncias à sua família.

2010: Demi passou por tratamento para alimentação e auto agressão

Em novembro de 2010, aos 18 anos de idade, Lovato entrou em um centro de tratamento pela primeira vez para tratar de seus problemas com alimentação e auto agressão, entre outros assuntos, de acordo com E! Notícia.

Um dos catalisadores para isso foi a briga física que ela teve com uma bailarina substituta feminina, que ela revela no Simply Complicated. "Eu apenas fui até ela, e foi como um borrão", lembra Lovato. "Todo mundo estava pirando. Eu só lembro de ir e sentar, mandando uma mensagem para minha mãe, 'me desculpe.' E eu dormi o dia todo".

Pouco depois disso, o representante de Lovato divulgou esta declaração: "Demi decidiu assumir a responsabilidade pessoal por suas ações e procurar ajuda. Ela está fazendo exatamente isso. Demi e sua família pedem que a mídia respeite sua privacidade durante este período difícil. Ela lamenta não ser capaz de terminar sua turnê, mas está ansiosa para voltar a trabalhar em um futuro próximo ".

2011: Demi revelou que foi diagnosticada com transtorno bipolar

Lovato deixou a reabilitação em janeiro de 2011. Em abril, ela revelou que foi diagnosticada com transtorno bipolar durante o tratamento. “Olhando para trás, faz sentido”, disse ela à revista People na época. "Houve momentos em que eu era tão maníaca, eu estava escrevendo sete músicas em uma noite e eu ficaria até as 5:30 da manhã."

O gerente de longa data de Lovato, Phil McIntyre, observa em Simply Complicated que seu "brilho" pós-reabilitação começou a desaparecer a cada dia que passava. "Eu não estava trabalhando no meu programa. Eu não estava preparada para ficar sóbria", diz Lovato em Simply Complicated. "Eu estava usando [cocaína] em aviões, usando nos banheiros, escondendo-a durante a noite - ninguém sabia." Mais ou menos nessa época, Lovato fez o que ela chama de "dobrador" de dois meses, no qual sofreu um susto de overdose.

"Eu estava querendo drogas e mais drogas. Eu não era fácil de trabalhar", diz Lovato sobre esse tempo. "Eu estava usando enquanto eu tinha um companheiro sóbrio, e eu passei por 20 companheiros sóbrios."

2012: Demi seguiu com o abuso de álcool

Este abuso de substâncias durou até a primavera de 2012. Na última noite em que ela usou álcool, Lovato disse que convidou duas "pessoas aleatórias" para o seu quarto de hotel e ficou incrivelmente bêbada. Ela teve que se apresentar no American Idol no dia seguinte.

2013: Demi se registrou em uma casa de recuperação de Los Angeles

Lovato fez check-in em uma casa de recuperação de Los Angeles em janeiro de 2013, após vários meses de sobriedade, no qual ela atuou como jurada no The X-Factor ao lado de Britney Spears.

"Você realmente tem que se inclinar para as pessoas que estão tentando apoiá-lo", diz Lovato em Simply Complicated. "Você realmente tem que se render, porque é quando a mudança vai acontecer."

2013–2017: Anos de mudanças e lutas

E a mudança aconteceu. Lovato se abriu às lutas para ficar sóbria para Glamour em novembro de 2016. "Ficar sóbria era difícil", ela disse, "fui para a reabilitação, saí e não fiquei sóbria. Eu ainda tinha problemas de vez em quando. Agora alguns dias são difíceis e alguns dias são fáceis”.

Em março do ano seguinte, ela foi ao Instagram para comemorar cinco anos de sobriedade. "Muito grata. Foi uma jornada e tanto", Lovato colocou na foto que ela postou. "Tantos altos e baixos. Tantas vezes eu queria recair, mas sentei em minhas mãos e implorei a Deus para aliviar a obsessão."

Ela continuou: "Estou tão orgulhosa de mim mesma, mas não poderia ter feito isso sem o meu poder superior (Deus), minha família, amigos e todos os outros que me apoiaram. Sentimo-nos humildes e alegres hoje. Obrigado por vocês terem ficado ao meu lado e acreditado em mim ".

2017: Demi lançou um documentário sobre suas lutas

Em outubro de 2017, Lovato lançou Simply Complicated no YouTube, no qual ela falou sobre sua sobriedade, mas também revelou que ainda lida com seu distúrbio alimentar. "A comida ainda é o maior desafio da minha vida", diz ela no documento. "Eu não quero me dar o poder de dizer que controlo todos os meus pensamentos, mas é algo que eu estou constantemente pensando."

Nesse mesmo mês, ela postou uma foto lado a lado de si mesma atualmente e de vários anos atrás no Instagram Stories para mostrar até onde ela chegou. "A recuperação é possível", ela legendou.

2018: Demi comemora 6 anos de sobriedade

Lovato celebrou então seis anos de sobriedade em março de 2018, twittando: "Acabo oficialmente de ficar 6 anos sóbria. Muito grata por mais um ano de alegria, saúde e felicidade. É possível.

Alguns meses depois, em junho, Lovato lançou uma nova música, "Sober", que parecia implicar que ela recaíra. “Mamãe, sinto muito. Eu não estou mais sóbria. Papai, por favor, me perdoe, pelas bebidas derramadas no chão ”, ela canta durante o refrão. Lovato então twittou a música, legendando-a: "Minha verdade".

doctor

A 121doc é especializada em cuidados de saúde on-line, permitindo que consulte um médico online e, quando relevante, compre tratamento online de forma segura. Nosso serviço oferece consulta médica online gratuita e entrega no dia seguinte para a maioria dos destinos. Conheça os tratamentos oferecidos.

Saiba mais
Deixe o seu comentário
  • O seu nome:*
  • O seu email:
  • O seu comentário:*
Amou esse artigo?

Deixe seu email e receba nossa newsletter com as melhores dicas para melhorar a sua saúde, conteúdo inspirativo e ofertas.

Continue lendo
Nos siga nas redes
doctor

A 121doc é especializada em cuidados de saúde on-line, permitindo que consulte um médico online e, quando relevante, compre tratamento online de forma segura. Nosso serviço oferece consulta médica online gratuita e entrega no dia seguinte para a maioria dos destinos. Conheça os tratamentos oferecidos.

Saiba mais
Descrubra mais artigos
Dia Mundial da Saude Mental
A saúde mental nunca foi tão importante, pessoas em todo o mundo lutam... Continue lendo
Demi Lovato
Você sempre vai se lembrar da sua primeira vez", diz Demi Lovato, vestindo... Continue lendo
Arnold Schwarzenegger
A depressão é uma doença que atinge milhões de pessoas em todo o mundo,... Continue lendo